sexta-feira, 2 de dezembro de 2016

Confira aplicativos gratuitos de celular para corrida e caminhada


O site Áreas Verdes das Cidades selecionou aplicativos para celulares que auxiliam as práticas esportivas – principalmente caminhadas e corridas – que contam com GPS para calcular a distância e tempo. Eles são fáceis de usar e gratuitos e têm versões disponíveis para Android e IOS.

terça-feira, 29 de novembro de 2016

5 minutos de passeio em parques melhoram a autoestima, diz estudo

Não precisa muito: apenas 5 minutos de passeio regularmente em uma área verde, como parques e praças, podem melhorar significativamente sua saúde mental, com benefícios para o humor e a autoestima, de acordo com um estudo da Universidade de Essex, no Reino Unido. Aproveite a relação de parques e praças resenhados pelo site Áreas Verdes das Cidades para encontrar um local perto de sua casa.

terça-feira, 22 de novembro de 2016

Parque Henrique Lage no Rio de Janeiro

O Parque Henrique Lage, visitado pelo Áreas Verdes das Cidades numa sexta-feira, fica localizado no bairro do Jardim Botânico no Rio de Janeiro. Ocupa uma área de 520.000 m², tendo uma grande área verde com um bonito palacete ao centro. Os jardins frontais são gramados e os laterais compostos de imensa floresta entremeada por plantas e flores, por onde passeia-se por caminhos pitorescos, passando por uma pequena ponte, ala de palmeiras e até um aquário em forma de pequena caverna. O local abriga também a Escola de Artes Visuais (EAV)Desde 2004, o Parque Lage é parte do Parque Nacional da Tijuca, sob a administração do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade.
Horário de funcionamento:
8h às 17h (18h no horário de verão) 
Recursos:
    PlaygroundAcessibilidadeProgramação culturalTrilha
Contatos:
(21) 3257-1800/1840; EAV: (21) 2334-4088
Localização:
Rua Jardim Botânico, 414, Jardim Botânico, Rio de Janeiro (RJ)
Ver no mapa

quinta-feira, 17 de novembro de 2016

Veja as 10 plantas comuns no Brasil que limpam o ar de sua casa

Antúrio - Crédito: Jim Capaldi
A Nasa realizou um estudo que identificou diversas plantas que naturalmente e efetivamente limpam o ar que você respira em casa. Entre elas, estão 10 plantas muito comuns para os brasileiros: antúrio, comigo-ninguém-pode, espada-de-são-jorge, samambaia, lírio da paz, dracena, imbé, palma e jibóia.

A pesquisa da Nasa foi feita para verificar a eficácia destas plantas para remover os poluentes atmosféricos COV – Compostos Orgânicos Voláteis – que existem na composição de tintas, avesso de carpetes, plásticos, cosméticos entre outros produtos encontrados em nossas casas e escritórios. Segundo as informações do estudo, foram encontrados níveis de poluição por COVs de cerca de 2 a 5 vezes maior dentro das casas do que fora.

O efeito à poluição do ar interior tem sido diretamente ligado aos aumentos de reações alérgicas, bem como outras doenças e fadiga.


Principais COVs (Compostos Orgânicos Voláteis)
Formaldeído - usado em tintas, plásticos, espelhos, vidros, cosméticos. O formaldeído é usado para fazer vários produtos químicos, incluindo produtos de higiene pessoal como o creme dental. 
Xileno - solventes, produtos farmacêuticos, perfumes e plásticos
Amônia – Usado na produção dos amaciantes e detergentes e outros produtos de limpeza, além de gás para refrigeração, roupas, cosméticos e tintura de cabelo

Cuidados com as plantas
Apenas um vaso, mesmo que pequeno é suficiente para melhorar o ar de sua casa. E estas plantas requerem poucos cuidados - as regas variam de 2 a 3 vezes por semana, mas é muito importante observar a luminosidade do ambiente para que se desenvolvam. 

Outro cuidado importante é mantê-las longe de crianças pequenas e animais domésticos, pois são venenosas e sua digestão pode causar intoxicação.

1) Antúrio - Anthuriums
Ambientes com claridade - sem luminosidade direta do sol
Rega: a cada 2 ou 3 dias. O solo deve manter-se úmido, mas não encharcado.
Elimina Amônia, Formaldeídos, Xileno
Tóxica para crianças e animais


2) Comigo-ninguém-pode - Dieffenbacchia
Ambientes com sombra ou meia-sombra
Rega: a cada 2 ou 3 dias, no verão, e cada 10 dias nas outras estações do ano - o solo deve estar seco para uma nova rega
Elimina Formaldeídos, Xileno
Tóxica para crianças e animais

3) Samambaia - diversas espécies
Ambientes com sombra, sem ventos fortes
Rega: a cada 2 ou 3 dias
Elimina Xileno

4) Orquídea - várias espécies
Ambientes com claridade - sem luminosidade direta do sol
Rega: a cada 3 dias. O solo deve manter-se úmido, mas não encharcado.
Elimina Xileno

5) Espada-de-são-jorge ou Espada-de-santa-bárbara - Sansevieria trifasciata
Ambientes com sombra ou meia-sombra
Rega: o solo deve estar seco para uma nova rega, cerca de 1 vez a cada 15 dias
Elimina Álcool, Acetona, Benzeno, Formaldeídos, Xileno
Tóxica para crianças e animais

6) Dracena - Dracaenas Massangeana
Ambientes com luminosidade
Rega: o solo deve estar seco para uma nova rega, cerca de 1 vez a cada 15 dias
Elimina Formaldeídos, Xileno

7) Imbé - Philodendrons
Ambientes com claridade - sem luminosidade direta do sol
Rega: a cada 2 ou 3 dias. O solo deve manter-se úmido, mas não encharcado.
Elimina Xileno

8) Lírio da Paz – Spathiphyllum wallisi
Ambientes com claridade - sem luminosidade direta do sol
Rega: a cada 2 ou 3 dias. O solo deve manter-se úmido, mas não encharcado.
Elimina Acetona, Amônia, Benzeno, Formaldeídos, Álcool Metyl, Xileno

9) Palmas - diversas espécies
Ambientes com bastante claridade
Rega:a cada 2 ou 3 dias
Elimina Formaldeídos, Benzeno e Monóxido de Carbono

10) Jibóia - Epipremnum aureum
Ambientes com luminosidade
Rega: 3 vezes por semana
Elimina Monóxido de Carbono e Formaldeídos


Por Leticia J Guedes - Redação do Áreas Verdes das Cidades
Fontes: O2 for you
http://minhasplantas.com.br/

Antúrio
Comigo-ninguém-pode
Samambaia

Espada-de-são-jorge
Orquídea
Dracena
Imbé
Lírio da paz
Palma
Jibóia

Veja também, para uma vida mais saudável!


terça-feira, 8 de novembro de 2016

Flores nesta primavera no Parque Ibirapuera em São Paulo

Os ipês-rosas (handroanthus impetiginosus) e as primaveras (bougainvilleas) florescem no Parque Ibirapuera nesta primavera e o ornamentam. Veja algumas características dessa vegetação:

segunda-feira, 7 de novembro de 2016

Conheça 4 Parques Lineares em São Paulo que unem lazer e preservação ambiental


O site Áreas Verdes das Cidades visitou 4 Parques Lineares de São Paulo - 2 deles na zona leste e 2 na zona sul - e verificou este novo conceito de infraestrutura verde para as grandes cidades, que une preservação ambiental - principalmente da qualidade e quantidade de água disponível - com lazer e conscientização ambiental da população.


quarta-feira, 2 de novembro de 2016

Jardim Botânico do Rio de Janeiro


O Jardim Botânico do Rio de Janeiro, visitado numa sexta-feira, fica localizado no bairro de mesmo nome da capital fluminense. Ocupa uma área de 540.000 m², sendo tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional. Tem grande importância histórica, cultural, científica e paisagística, sendo o local definido pela UNESCO como área de Reserva da Biosfera. Foi fundado em 13 de junho de 1808 pelo príncipe regente português D. João, que se tornaria posteriormente D. João VI, para criar naquele espaço o Jardim de Aclimação, com a finalidade, inicialmente, de aclimatar as plantas de especiarias oriundas das Índias Orientais: noz-moscada, canela e pimenta-do-reino.
Horário de funcionamento:
8h às 17h (3as. feiras aos domingos) e 12h às 17h nas 2as. feiras. Ingressos são pagos (somente em dinheiro), havendo descontos para alguns casos (consulte aqui)
Recursos:
    PlaygroundAcessibilidadeProgramação culturalTrilha
Contatos:
(21) 3874-1008/3874-1214
E-mail: jbrj@jbrj.gov.br
Localização:
Rua Jardim Botânico, 1008, Jardim Botânico, Rio de Janeiro (RJ)
Ver no mapa

quinta-feira, 27 de outubro de 2016

Parque Municipal Chácara do Jockey tem aulas gratuitas de capoeira, karatê, yoga e dança

O Parque Municipal Chácara do Jockey, no Butantã, zona oeste de São Paulo, oferece diversas opções de aulas gratuitas para seus frequentadores: capoeira, karatê, yoga, dança circular e Lian Gong. Não há necessidade de inscrição prévia, basta chegar no horário das atividades.