terça-feira, 19 de novembro de 2019

Aproveite a Paulista fechada aos domingos e feriados para visitar os 2 parques da avenida e outras atrações

Avenida Paulista aberta aos domingos

A Avenida Paulista se transformou em um dos endereços mais procurados para o lazer aos domingos e feriados na cidade de São Paulo. Seus 3 quilômetros ficam fechados para o trânsito dos carros (da Praça Oswaldo Cruz à Rua da Consolação) e os pedestres, ciclistas e skatistas podem circular livremente das 10h às 18h. Artistas de rua, amadores na maioria e alguns profissionais, apresentam-se para o público se divertir, além de shows de dança e outras atividades que envolvem o público.

Para quem vai de carro, sugerimos estacionar na Alameda Jaú nas proximidades do Colégio Dante Alighieri, pois há uma entrada para o Parque Trianon. Ao atravessá-lo há uma saída para a Avenida Paulista.

Além da pista aberta, várias opções de atividades culturais (museus, cinemas, feiras - veja a lista abaixo), restaurantes e bares, a avenida também tem dois parques abertos para os visitantes: o Parque Trianon e o Parque Prefeito Mário Covas.
O Parque Trianon ou Parque Tenente Siqueira Campos está entre as alamedas Peixoto Gomide e Casa Branca e está na altura do número 1540 da Avenida Paulista, bem em frente ao Masp (Museu de Arte de São Paulo). É um dos parques mais tradicionais de São Paulo – fundado em 1892, com a abertura da avenida.

O parque contrasta com a selva de pedra de seu entorno: preserva diversos tipos de vegetação e fauna (principalmente pássaros), tem pistas de caminhada e cooper em praticamente toda sua área (a maioria com belas pedras portuguesas), playground para crianças e aparelhos de ginástica (Espaço Academia ao Ar Livre).

As esculturas são outra atração do parque - "Fauno", de Victor Brecheret, e "Aretusa" de Francisco Leopoldo Silva.

Importante: não é permitida a utilização de skates, patins, patinetes, bicicletas e equipamentos similares no interior do parque, mas há bicicletários nas entradas para guardá-las.
Na esquina com a Alameda Ministro Rocha de Azevedo (número 1853 da Avenida Paulista) fica o Parque Prefeito Mário Covas, um dos menores da capital. 

O parque é uma área de descanso com pérgula, bancos, mesas, bicicletário e banheiros. Em uma pequena trilha há árvores que restaram da Mata Atlântica original, que faziam parte da casa onde o paisagista Burle Marx nasceu em 1909.

A Avenida Paulista tem mais opções de lazer

Confira clicando sobre os nomes para acessar os sites:
(Locais da Avenida Paulista no sentido Paraíso-Consolação)
Rua Treze de maio, 1947
Avenida Paulista, 37

Japan House
Avenida Paulista, 52

Sesc - Avenida Paulista
Avenida Paulista, 119

Avenida Paulista, 149

Livraria Martins Fontes 
Avenida Paulista, 509

Reserva Cultural 
Avenida Paulista, 900

Avenida Paulista, 1230
Avenida Paulista, 1313

Avenida Paulista, 1578

Rua Augusta, 1470 e 1475

Avenida Paulista, 2064
Avenida Paulista, 2300


Conjunto Nacional - Avenida Paulista, 2300

Caixa Belas Artes 
Rua da Consolação, 2423

Avenida Paulista, 2424



Com informações da CET-SP: http://www.cetsp.com.br/consultas/ruas-abertas-av-paulista.aspx

Leticia Jardim Guedes - Redação do Áreas Verdes das Cidades

16 comentários:

  1. A Av Paulista fechada é bom para quem? Para nós que moramos na região causa transtorno, barulho, vandalismo e furtos.
    Fazer caminhada por lá é perigoso, meu marido já foi atropelado por um indivíduo que não respeitou o sinal e invadiu a faixa de pedestre. Uma outra vez uma criança pequena que brincava fora da ciclofaixa foi derrubada por um ciclista que achou que a rua era só dele. Não há a menor fiscalização, ordem, nada, terra de ningúem.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. reclama muito

      Excluir
    2. Muda aqui pro interior. De domingo não tem nem fantasma na rua. Você vai gostar

      Excluir
    3. É boa para 99,99% dos paulistanos, que não moram perto dela porque não podem. Lembrando que obrigado a morar nela, ninguém é.

      Excluir
    4. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    5. Mude de endereço Zé Mané

      Excluir
    6. Recarma de mais se ruela vai fazer um no mundo

      Excluir
  2. Pesquisa do Datafolha indica que 79% dos jovens moradores da região da Avenida Paulista aprovam o fechamento aos domingos (79% entre os que têm 16 a 24 anos, e 84%, entre os que têm 25 a 34 anos).
    No geral, em todas as idades, 61% dos moradores da região aprovam a abertura para os pedestres e ciclistas aos domingos.
    Também moro no entorno da Avenida Paulista e nunca vi vandalismo, transtorno e barulho excessivo. Já vi diversos policiais e GCMs percorrendo o local. É um lugar de diversão e lazer para a população de todas as idades com música e um espaço para praticar esportes. E é de graça.

    ResponderExcluir
  3. Moro na região da Av Paulista e adoro o fato dela se transforma em um local de interação e muita diversidade...um presente para nosso bairro e para a cidade de São Paulo. Vamos sempre eu, meu filho pequeno e meu maridão. Amamos.

    ResponderExcluir
  4. Boa tarde!
    No sábado de Carnaval dia 02 a Paulista vai fechar ou ficara com trânsito normal? Alguém saberia?

    ResponderExcluir
  5. Moro na Paulista, acho legal fechar para carros, é um verdadeiro parque de diversões, precisa sim ter policiamento ostensivo e diminuir a altura do som. Tem famílias que moram na Paulista, trabalham durante a semana e têm o domingo para descansar. No mais a nossa Av. Paulista é maravilhosa.🎪

    ResponderExcluir
  6. A paulista fechada aos domingos e feriados foi a melhor ideia que podiam ter , eu sempre que posso vou até lá ... Ao contrario desse povo que só sabe reclamar ... É uma ótima opção pra quem quer passar um dia sem stress 👌👏👏👏

    ResponderExcluir

Seus comentários são muito importantes para o aprimoramento do site