quinta-feira, 31 de março de 2016

Praça Vinícius de Moraes em São Paulo (Revisitada e com informações atualizadas)

Situada no bairro do Morumbi na zona oeste de São Paulo, próxima ao Palácio dos Bandeirantes e ao Hospital Albert Einstein, a Praça Vinícius de Moraes, que foi criada nos anos 1960 e tem cerca de 100.000 m² de área, é muito agradável com muitas árvores, pequenos lagos (cobertos inteiramente pela vegetação) e algumas poucas facilidades para o público. 
Praça Vinícius de Moraes

Horário de funcionamento:
Ininterrupto
Telefone:
(11) 3397-4600 (Subprefeitura do Butantã)
Localização:
Av. Giovanni Gronchi x R. Barão de Pirapama, Morumbi
Ver no mapa

Como chegar à Praça Vinícius de Moraes


  1. Carro - trace seu roteiro após consultar no box ao lado o link "Ver no mapa"Não há estacionamento no local, mas há vagas nas ruas Barão de Pirapama, que contorna a praça num trecho, e outras próximas. Atentar, porém, para a sinalização de trânsito no local.
  2. Ônibus - que servem o local, fornecendo origem e destino, ligue para o telefone 156  da PMSP ou pelo site da Sptrans (clique aqui). 

A pista que a circunda tem cerca de 1.500 m com pequenos aclives e declives, que propiciam uma caminhada e/ou corrida muito prazerosas. Possui, também, aparelhos para ginástica, mesas para piqueniques, rampas para skate e bike e bebedouros para pessoas e animais. Há uma estátua de 3,5 m do Apóstolo Paulo de autoria do escultor italiano Galileo Emendabili.

Sua vegetação é composta por fragmentos da Mata Atlântica e pode-se encontrar entre outras árvores, belos "pau-ferros".

Nos finais de semana, especialmente, recebe um bom número de pessoas, muitas acompanhadas por seus animais domésticos, e, durante os sábados e domingos, há alguns ambulantes que vendem água de coco, biscoitos e outros petiscos.

Atenção! Não há sanitários e não observamos policiamento no local nos dias que estivemos por lá. Apesar disso, durante o dia sentimo-nos seguros, especialmente nos finais de semana devido ao número de frequentadores no local. À noite não recomendamos percorrê-la, pois há pouca iluminação e o local fica bastante ermo.

Vale a pena
  • Caminhar e/ou correr os 1,5 Km em volta da praça ou em pequenas pistas internas, observando a vegetação ao redor e
  • Utilizar os aparelhos de ginásticas existentes.

Veja vídeo feito no local, quando da visita  (sugerimos "clicar" no ícone compartilhar e usar o link do "YouTube" para uma melhor visualização).

Observe a seguir, fotos tiradas no local nas visitas feitas pelo site ao local.
Vista da pista ascendente ao lado da Av. Giovanni Gronchi
Acesso aos equipamentos para ginástica


Instruções de como usar os aparelhos de ginástica

Interior da Praça

Pista ao lado da Rua Barão de Pirapama




Pista interna à praça


Pistas internas da praça com o Hospital Albert Einstein ao fundo






Bebedouros



Pista lateral ascendente à Av. Giovanni Gronchi




Esquemático da praça


Pista lateral à Rua Barão de Pirapama 


Para a utilização de "bikes" e "skates"
Conjunto de pistas internas à praça














Estátua do Apóstolo Paulo de Galileo Emendabili 
Estátua do Apóstolo Paulo de Galileo Emendabili 

Estátua do Apóstolo Paulo de Galileo Emendabili 


Vegetação no local



Bancos em concreto

Rua Barão de Pirapama

2 comentários:

  1. Boa tarde!
    Estou usando este canal, porém acredito não ser o local correto, mas se poderem ajudar ficarei muito grato.
    A questão é que alguns meses atrás estamos sentindo um forte odor de esgoto e caminhando pela praça verificamos que tem um ponto onde esta saindo uma água suja com sinal de que uma tubulação de esgoto deve ter se rompido e a água suja está escorrendo na praça contaminando a água de uma nascente da referida praça.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não poderemos ajudá-lo nessa questão internauta, pois o Áreas Verdes das Cidades se trata de uma iniciativa privada, sem vínculos com o poder público, que administra os parques, jardins e praças em sua grande maioria. Nosso propósito é oferecer um panorama do patrimônio cultural e natural presente nos parques/praças/jardins urbanos das cidades, bem como incentivar sua visitação (v. http://www.areasverdesdascidades.com.br/p/sobre-o-site.html).
      Sugerimos entrar em contato direto com a subprefeitura da região envolvida. Abs

      Excluir

Seus comentários são muito importantes para o aprimoramento do site