sexta-feira, 3 de novembro de 2017

Parque Juliana de Carvalho Torres (Cohab Raposo Tavares) em São Paulo

O Parque Juliana de Carvalho Torres (Cohab Raposo Tavares), visitado num feriado, está situado no km 19,5 da Rodovia Raposo Tavares, Prefeitura Regional do Butantã na zona oeste da cidade de São Paulo e tem cerca de 54.000 m² (10.000 na primeira fase). Seu projeto propõe a qualificação das áreas verdes remanescentes do conjunto habitacional COHAB Raposo Tavares.
Parque Juliana de Carvalho Torres (Cohab Raposo Tavares)
Horário de funcionamento:
Atualmente ininterrupto
Telefone:
(11) 3784-2611
Localização:
Travessa Córrego da Independência ou Travessa Cachoeira Ariranha, 43 -  Cohab Raposo Tavares, São Paulo (SP)
Ver no mapa

Como ir ao Parque Juliana de Carvalho Tavares

  1. Carro - clique em "Ver no mapa", traçando seu roteiro. Há como estacionar nas ruas que circundam ou próximas à praça, mas verifique sempre a sinalização de trânsito no local.
  2. Ônibus - linhas 778J-41 - Barra Funda - Cohab Raposo Tavares, 778R-41 - Terminal Princesa Isabel - Cohab Raposo Tavares, 748R-41- Lapa - Cohab Raposo Tavares, entre outras. Para saber outras linhas de ônibus, fornecendo origem e destino, ligue para o telefone 156  da PMSP ou pelo site da Sptrans (clique aqui). 

Infraestrutura do Parque Juliana de Carvalho Torres
Estares para a contemplação da natureza e ambientes com mesas para jogar damas e xadrez. Implantado em diferentes etapas, o parque é aberto, sem cercamento, possibilitando o uso noturno do espaço. O projeto do parque consiste na recuperação da encosta, preservando os taludes naturais e a vegetação nativa.

Flora
Apresenta vegetação composta por remanescente de Mata Atlântica em estágio inicial de sucessão, eucaliptal, áreas ajardinadas, campo antrópico e arborização esparsa. Destacam-se aroeira-mansa, camboatá-de-folhas-largas, cuvitinga, jerivá, pau-jacaré, sacambu, samambaia-do-brejo e tapiá-guaçu. Foram registradas 54 espécies, das quais as samambaiaçus estão ameaçadas. 

Fauna
Há pássaros que ficam nas árvores do parque, especialmente os originários das espécies da Mata Atlântica.

Segurança
Observamos a presença de um vigia que percorria as dependências do parque na ocasião da visita.


Atenção! Não há sanitários disponíveis no Parque. Caso queiram alimentar-se ou beber algo, traga de sua residência, pois não há esse tipo de comércio nas proximidades.

O Conselho Gestor do parque promove alguns eventos no local (V. fanpage https://www.facebook.com/parqueJuliana/).

Quando da visita do Áreas Verdes das Cidades a manutenção do local deixava muito a desejar.

História do Parque Juliana de Carvalho Torres
Oficialmente criado pelo Decreto Nº 53.481, de 18 de outubro de 2012, o parque, conforme a Secretaria do Verde e Meio Ambiente, na segunda fase do projeto terá a instalação de uma quadra esportiva, bebedouros, lixeiras, brinquedos e playground, além de grades e iluminação. 

Vale a pena no Parque Juliana de Carvalho Torres
  • Levar as crianças para brincar nos poucos equipamentos para tal existentes e
  • Caminhar pelas pistas do parque apreciando a vegetação em seu entorno.
 ____________________________________________________________________________________________________
OBS.: Informações e programações sujeitas a mudanças e alterações.
Fontes: Websites "Prefeitura de São Paulo" (http://www.prefeitura.sp.gov.br/
________________________________________________________________________________________________________

Veja, a seguir, vídeo do Parque Juliana de Carvalho Torres feito sobre a visita.


Fotos do Parque Juliana de Carvalho Torresr tiradas nos dias das visitas (Atenção! Ao "clicar" em qualquer foto, abre-se, automaticamente, o modo de exibição "Tela Cheia" de seu computador e por meio de suas teclas "Setas" (➡⬆⬅), podem ser visualizadas todas as fotos tiradas do local).

0 comentários:

Postar um comentário

Seus comentários são muito importantes para o aprimoramento do site