quarta-feira, 25 de maio de 2016

Parque Linear Nove de Julho em São Paulo

Parque Linear Nove de Julho foi visitado num domingo e fica na orla da represa Guarapiranga, bairro Cidade Dutra, pertencente a subprefeitura da Capela do Socorro, na zona sul da capital paulista. O local, que tem cerca de 538.000 m²possui uma várzea extensa com ambientes variados que vão desde corpos hídricos, terrenos alagados, campos predominantemente secos, até matas fechadas, fato que permite uma diversidade significativa de fauna. A área em contato com a represa proporciona atividades de lazer e esporte em uma bela paisagem.
Horário de funcionamento:
6 às 18h 
Recursos:
 PlaygroundCampo de futebol Acessibilidade  Trilha Programação cultural
Telefone:
(11) 5187-0341 (Ass. Comunicação SVMA)
Localização:
Avenida Ponta do Sol, s/nº, Cidade Dutra, São Paulo, SP
Ver no mapa

Para chegar ao parque utilize as linhas de ônibus de números 6026-10 - Jardim Icaraí - Terminal Sto. Amaro, 6030-10 - Unisa-Campus 1 até Vila São José - Terminal Sto. Amaro, 6030-21 - Unisa-Campus 1 - Term. Sto. Amaro, 6110-10 - Conjunto Hab. Palmares - Aeroporto, 6118-10 - Jardim Icaraí - Terminal Santo Amaro, 637J-10 - V. Sao José - Pinheiros, 677V-10 - Jardim Alpino - Metrô Jabaquara, entre outras.
Para saber outras linhas de ônibus, fornecendo origem e destino, ligue para o telefone 156  da PMSP ou pelo site da Sptrans (clique aqui).
De carro, vá ao box acima e clique em "Ver no mapa", traçando seu roteiro. 

Não há estacionamento no parque, mas existem vagas nas ruas próximas, mas sempre se deve atentar para a sinalização de trânsito no local.

Infraestrutura
Playgrounds, aparelhos de ginástica de baixo impacto, trilhas, paraciclos, pontos de pesca, campos de futebol, pista para aeromodelismo, pista de caminhada, trapiches na represa e áreas de descanso.

Flora
Apresenta, conforme levantamento da Prefeitura de S. Paulo, vegetação composta por eucaliptal com sub-bosque, campo de várzea, capoerinha, bosque heterogêneo, campo antrópico, gramados, arborização recente, além de vegetação aquática. Destacam-se aguapé-de-flecha, cruz-de-malta, cuvitinga, enidra, erva-de-bicho, junquinho, maricá, pariparoba, pinheirinho-d’água e sangra-d’água.
Fauna
Conforme a mesma fonte acima, sua fauna é constituída de 170 espécies, sendo nove de anfíbios anuros, uma de réptil, 145 de aves e 14 de mamíferos. É uma das áreas alagadiças da cidade mais rica em aves aquáticas, destacando-se batuiruçus, maçaricos e águia-pescadora, que se alimentam e descansam nas margens da Guarapiranga, durante sua longa jornada migratória oriunda do hemisfério norte. É também nas margens que se observa elevada quantidade de marrecas silvestres, frangos-d’água, saracuras, biguás, mergulhões, garças e socós, colhereiros, pernilongo-de-costas-brancas, talha-mar, dentre outras. Nas áreas de campo ocorrem: caminheiro-zumbidor, polícia-inglesa-do-sul, canários, além de visitas ocasionais de curicacas. Aves noturnas como urutau, corucão, tuju e curiango já foram observadas. Nesse período ocorrem verdadeiras “raves” anfíbias comandadas pela perereca-verde, rã-cachorro e apito-do-campo. Saguis, ratões-do-banhado, capivaras, preás, caxinguelês e morcegos foram observados.

Não há lanchonetes no interior do parque. Caso queira, leve alimentos e bebidas de casa.

Não há restrições para animais domésticos, desde que os cães estejam em guias e focinheiras, estas para os mais bravos. Bicicletas, skates e assemelhados também são permitidos. Estão proibidas pipas, jogar golfe e motos no local.

Quanto à segurança geral do parque, observamos vigias em ronda no dia da visita, transmitindo tranquilidade para os usuários.

Há uma pista para a prática do aeromodelismo no parque que funciona aos sábados, domingos e feriados das 9 às 17h. As inscrições para utilizá-la são feitas no estacionamento dos aeromodelos do parque nos dias/horários citados apresentando BRA (licença operacional) em dia a um monitor, que é o representante da associação de aeromodelismo.

O Parque é propício também para os observadores de pássaros ("birdwatching") devido a sua avifauna abundante. Vejam um depoimento de um deles, Marco Silva no Portal "Virtude - Birdwatching e Natureza" (http://virtude-ag.com/), sobre o local, a seguir:
"Logo na entrada você irá se deparar com um grande gramado, lá você encontrara, suiriri-pequeno, bico-de-lacre, primavera, canário-da-terra e caminheiro-zumbidor. Este último é de longe o sujeito mais simpáticos do parque, onde quer que você vá, um caminheiro aparecerá e te acompanhará voando na vertical como um foguete e vocaliza alto, ficando mais agudo no final (TRItriZiiiii…)
Mais próximo da represa as gramíneas começam a ficar mais altas, lá acontece o show da polícia-inglesa-do-sul. É legal aproveitar, pois, é um visitante migratório, e estamos na época de ver esse carinha por aqui, vocalizando bastante e perseguindo a femêa.
Nas margens da represa prepare suas teles, os bichos ficam longe, mas bem a mostra. Frango-d’águas, garças, maria-faceira, carão, gavião-caramujeiro, biguas e biguatingas, pés-vermelhos, marreca-cri-cri, mergulhão-caçador e mergulhão-grande, este impressiona pelo dismorfismo sexual, o casal sempre nada junto. Esse parque é único lugar onde se pode observar o curioso e incomum mergulhão-grande". 


Sinopse histórica 
O Parque Linear Nove de Julho fica às margens da Represa Guarapiranga na zona sul de São Paulo, na região de Santo Amaro. Construída em 1906 pela empresa The São Paulo Tramway, Light and Co. e com a única finalidade de gerar energia, a represa já receberia uma nova função – a de abastecimento de água – a partir do ano de 1928. Ocupando uma área de 630 km², a represa passou então a ser considerada a 2ª maior em capacidade de produção de água da capital. Todavia, a partir da década de 40, com o crescimento da cidade, e principalmente a construção da Marginal Pinheiros, que passou a dar acesso à zona Sul, muitas famílias instalaram-se de maneira irregular nas proximidades de Guarapiranga. A precária estrutura destas habitações, além da ausência de saneamento básico, acabou por causar um grande impacto ao ecossistema do local. Como resultados, podemos citar o depósito de lixo e esgoto nas águas da represa e nas terras ao seu entorno. Ao longo da década de 90, o Governo do Estado, a Prefeitura e algumas Subprefeituras estabeleceram um programa de saneamento ambiental da bacia do Guarapiranga. A recuperação da represa, do solo e a proteção dos mananciais eram e ainda são as principais diretrizes do programa. Além das preocupações ambientais, as fontes utilizadas para a elaboração deste texto informam que o programa também readequou a infraestrutura de diversas casas e favelas – entretanto, deve-se lembrar que ainda existem moradias clandestinas na região. Atualmente, observa-se uma nova prioridade nas reformas desta área: o lazer. Fonte do texto: Blog "A Cidade (In)visível"(https://acidadeinvisivel.wordpress.com/)

O Parque Linear Nove de Julho com seus 537.514 m² na Orla da Represa Guarapiranga foi oficialmente inaugurado em julho de 2012.

Vale a pena
  • Praticar futebol em campos existentes;
  • Utilizar o playground para as crianças brincarem;
  • Levar as crianças para as margens da represa para se refrescarem nos dias quentes;
  • Caminhar pelas pistas/trilhas/pontilhões do parque, observando vegetação diversa ao redor;
  • Praticar aeromodelismo em área própria para tal no parque e
  • Observar a enorme variedade de aves presentes, pois é um "paraíso"para os amantes da observação de pássaros ("birdwatching").
________________________________________________________________________________________________________
OBS.: Informações e programações sujeitas a mudanças e alterações.
Fonte dos textos: Website da Prefeitura de São Paulo (http://www.capital.sp.gov.br/portal/), Portal "A Cidade (In)visível" (https://acidadeinvisivel.wordpress.com/) e Portal "Virtude- Birdwacthing e Natureza (http://virtude-ag.com/).
________________________________________________________________________________________________________

Veja vídeo feito no local, quando da visita  (sugerimos "clicar" no ícone compartilhar e usar o link do "YouTube" para uma melhor visualização).

A seguir, veja fotos tiradas no parque no dia da visita (Atenção! Ao "clicar" em qualquer foto, abre-se, automaticamente, o modo de exibição "Tela Cheia" de seu computador e por meio de suas teclas "Setas" (➡⬆⬅), podem ser visualizadas todas as fotos tiradas do parque).

Soccer designed by Derek Britton from The Noun Project

0 comentários:

Postar um comentário

Seus comentários são muito importantes para o aprimoramento do site