terça-feira, 24 de novembro de 2015

Parque Central ("Central Park") em Nova York - EUA

O Parque Central que fica na Ilha de Manhattan em Nova York, foi visitado por vários dias do último verão da cidadeO parque é um dos mais importantes pontos turísticos da cidade pelas suas atrações, que vão desde simplesmente a natureza que está presente (flora/fauna) a eventos que ocorrem com frequência no local. É gerido e mantido pelo Central Park Conservancy, organização privada sem fins lucrativos, recebendo por volta de 25 milhões de visitantes por ano e tem cerca de 3.400.000 m² de área no seu total.
Horário de funcionamento:
6h à 1h da manhã
Telefone:
  00 XX (1)(212) 310-6600
Localização:
Entre 59th Street e 110th Street e entre 5th Avenue e a 8th Avenue, Manhattan, Nova York, 10023, 10024 e 10025, EUA
Ver no mapa

Para ir ao parque há muitas linhas de ônibus, entre as quais a BxM2 Riverdale 263 St via H. Hudson Pky, M5 Ltd Washington Hts - GW Bridge, M7
Harlem 147 St via 6 Av via Amsterdam, M1 E Village 8 St via 5 Av, M2 East Village St via 5 Av, M3 East Village St via 5 Av, M4 Midtown Penn Sta via Broadway via 5 Av, M10 Harlem 1659 St via 8 Av e Columbus Circle via Central Park West.

De Metrô há várias linhas, entre outras, use:
 Ozone Park-Lefferts Blvd/Far Rockaway - Mott Av.
 145 St/Brighton Beach
 Euclid Av/168 St
 Wakefield - 241 St/Flatbush Av - Brooklyn College
 Harlem - 148 St/New Lots Av
 Coney Island - Stillwell Av/Astoria - Ditmars Blvd
Forest Hills - 71 Av/Bay Ridge - 95 St
 Astoria - Ditmars Blvd/Coney Island - Stillwell Av
 Van Cortlandt Park - 242 St/South Ferry Loop
 Flatbush Av - Brooklyn College/Wakefield - 241 St

De carro vá ao box acima e clique em "Ver no mapa", traçando seu roteiro. Como se trata de Nova York que tem um trânsito de veículos muito complicado, recomendamos que, especialmente aos turistas, usem o transporte público.

Para saber sobre a previsão do tempo em Nova York, clique aqui.

A infraestrutura do Parque Central é uma das mais completas que o site Áreas Verdes das Cidades teve a oportunidade de visitar. Playgrounds (21), aquário, campos/quadras para práticas esportivas em geral, banheiros (limpos), ciclovias, áreas livres para soltar os cães, lanchonetes, locais para pesca, equipamentos para ginástica, rinques de patinação, lagos, aluguel de barcos/cavalos/bicicletas, piscinas (fechadas até o próximo verão); Hot Spots Wi-fi, pedalinhos, casas históricas como o Swedish Cottage Marionette Theatre.
Há também outras atrações, mais específicas (extraídas do website visitenovayork.com.br), que se destacam como:
  • "The Great Lawn". Um enorme gramado no meio do parque (da 79th Street até a 86th Street) com campos de beisebol e basquete e espaço para inúmeros esportes. No verão, acontecem shows de música gratuitos;
  • "Strawberry Fields"Em 1980, John Lennon foi assassinado em frente ao prédio onde morava (o Dakota Building), perto do parque. Após sua morte, "Strawberry Fields" foi criado como um símbolo de paz, num lugar dentro do parque onde Lennon ia com frequência. Os fãs deixam flores, poemas e velas todos os dias em sua homenagem. West side, entre a 71st Street e a 74th Street;
  • "Jacqueline Kennedy Onassis Reservoir"O lago recebeu esse nome em 1994 em homenagem a Jacqueline Kennedy Onassis, como agradecimento ao seu compromisso e dedicação à cidade e porque ela gostava de correr lá. O local ainda é um lugar popular para correr, especialmente na primavera, quando as árvores florescem. O circuito ao redor do lago tem 2,4 km de comprimento. 85th Street para 96th Street, do leste para oeste;
  • Zoológico do Parque Central com Zoológico para Crianças. Leões, macacos, pinguins e ursos polares podem ser vistos no Zoológico do Parque Central. No local fica um zoológico especial para as crianças, onde eles podem fazer carinho em cabras, ovelhas e vacas; e porcos vietnamitas podem ser vistos de perto. East Side, entre a 63rd Street e a 66th Street;
  • Castelo BelvedereO castelo foi construído no século 19 em cima da "Vista Rock", uma das rochas não artificiais do parque (que tem 450 milhões de anos!). Até os anos 60 o local foi usado pelo Observatório Meteorológico de Nova York para prever o tempo. No local descortina-se um belo cenário de parte do parque. 79th Street, no meio do parque, no Turtle Pond;
  • "Sheep Meadow"É um bom lugar para descansar. Muitos nova-iorquinos vêm aqui no verão para pegar um solzinho e fazer piqueniques. Os arranha-céus aparecem por cima das árvores, o que gera uma paisagem interessante. Até 1934 era um local onde as ovelhas pastavam e o pastor morava em um prédio vizinho, que agora é um famoso restaurante chamado "Tavern on the Green". No fim de agosto, há uma exibição de filmes. A entrada é gratuita. West Side, a partir da 66th Street até a 69th Street. "Tavern on the Green": West Side, na 67th Street;
  • Jardim ShakespeareUm belo jardim que contém algumas das flores e plantas mencionadas nas obras de Shakespeare. Há também uma amoreira, que se diz ser um ramo de uma árvore que foi plantada pelo próprio Shakespeare em 1602. O jardim está localizado perto do "Delacorte Theater", onde de maio a agosto seu trabalho é recitado durante o evento Shakespeare no parque. O local tem performances teatrais, em que celebridades como Al Pacino, Meryl Streep e Natalie Portman atuaram ao longo dos anos. Ingressos gratuitos estão disponíveis, tanto no teatro e online, todos os dias. West side, entre a 79th Street e a 80th Street;
  • Cachoeiras escondidasVocê sabia que o Central Park também tem cachoeiras? Muitos turistas não sabem disso, o que as torna lugares tranquilos e bonitos. Há cinco cachoeiras no total, todos artificiais e água potável de Nova York flui através delas. Entre a partir do lado oeste do parque, na 102nd Street e siga o fluxo, que é chamado de ‘the Loch’ (até a 106th Street);
  • "Bethesda Terrace". Foi projetado como o coração do Parque Central. Sobre os degraus você tem uma bela vista do lago e do Great Lawn e sob as escadas, por causa da boa acústica, artistas de rua, muitas vezes cantam ou tocam instrumentos. No meio da praça está a Bethesda Fountain, uma das mais famosas fontes do mundo. A fonte também é conhecida como Water Angel (o anjo da água) e abaixo do anjo há quatro querubins que simbolizam saúde, pureza, temperança e paz. Meio do parque, perto da 72nd Street;
  • "Loeb Boathouse". Em frente a Bethesda Fountain, no outro lado da água, encontra-se o idílico Loeb Boathouse, um lugar onde você pode alugar barcos a remo, bicicletas e gôndolas românticas. Claro que você também pode apenas relaxar enquanto saboreia um lanche e bebida, com uma vista fantástica sobre o lago. East Side, entre a 74th Street e a 75th Street (jantar só é possível de Abril a Novembro);
  • "Naumburg Bandshell". Foi construído em 1923 e é único edifício neo-clássico no Central Park, onde são realizados eventos musicais acústicos. Elkan Naumburg, um banqueiro e filantropo de Nova York, financiou a construção do coreto. Quando não está em uso, você pode encontrar os frequentadores do parque sentados no palco ou apenas admirando a arquitetura. Meio do Parque, entre a 66th Street e 72th Street;
  • Jardim do Conservatório. É constituído por três belos jardins, cada um com um estilo distinto: italiano (centro), francês (norte) e inglês (sul), além de sanitários, pergolados, fontes e gramados. Esse local foi resenhado pelo site Áreas Verdes das Cidades (ver aqui). Fica na 5th Avenue com 105th Street.

A partir do final de Outubro até o começo de Março você encontra duas pistas de patinação no gelo dentro do Parque Central: o "Trump Rink" (recreativa) e o "Lasker Rink" (hóquei no gelo e patinadores com experiência).


Só a flora do parque, conforme o monitor do tour que participamos no The Ramble, tem uma área total de 1.380.000 m², contendo por volta de 23.000 árvores divididas em 174 espécies. Além dos tradicionais plátanos, há olmos, sóforas-do-japão, cárpinos, entre várias outras (v. neste link). 

Quanto a avifauna do local há muitos pássaros que encantam ainda mais um passeio pelo parque. O local chamado de "The Ramble" no parque é considerado um dos melhores lugares dos Estados Unidos para a prática da observação de pássaros ("bird-watching"). Patos, marrecos, entre outras aves, povoam o lago e suas margens. Há muitos esquilos que parecem conviver tranquilamente com os visitantes do Parque Central.

Quanto a alimentação há muitas opções ao longo do parque, onde são vendidos alimentos e bebidas (clique aqui).

Atenção! Animais são permitidos, desde que com "guia/coleira" e seus donos limpem seus eventuais dejetosEm alguns horários nas áreas específicadas, os cães podem ficar sem a guia/coleira, desde que seus donos estejam próximos.  restrição para fumar e beber álcool, que aliás é comum a todos os parques públicos de Nova York.

O Parque também promove muitas atrações durante todo o ano, tais como apresentação de orquestras, de peças teatrais e de cinema ao ar livre. 

A administração do parque promove visitas monitoradas no local, que recomendamos, sendo que para algumas, há necessidade de inscrever-se previamente (v. como fazer e calendário, aqui).

Embora não seja administrado pelo Parque Central, o Metropolitan Museum of Art (MET) fica numa área dentro do parque com entrada pela 5th Avenue no seu número 1000. 

fatos curiosos sobre o Parque Central como fato de em somente 3 dias no ano ser permitido fazer churrascos em seu interior (feriados para comemorar o "Memorial Day", "Labor Day"  e o "4 de Julho"). Outro fato é que houve necessidade para concretizar o projeto de sua criação, pólvora (dinamites) para destruir rochas existentes no local, equivalentes ao que foi usada na batalha de Gettysburg na Guerra da Secessão. Há também 8 locais em seu interior que são considerados "Quiet Zones", onde não se pode correr, andar de patins, bicicleta ou participar de qualquer esportes organizados, além de não poder alimentar pássaros ou outros animais quaisquer (são locais para ler um livro, refletir, meditar, etc.). Outra curiosidade é que o parque tem uma extensão territorial maior que a do Vaticano e do Principado de Mônaco.

Sinopse Histórica
Assim como outros parques pelo mundo, o Parque Central não é natural. Foi construído durante treze anos e inaugurado em 1873. A estimativa é que foram gastos US$ 500 milhões, atualizando os valores para os dias de hoje. O projeto foi dos arquitetos Calvert Vaux e Frederick Olmsted. A história conta que a área do parque, que foi desapropriada, era pantanosa e cheia de rochedos. A obra contou com mais de 30 mil operários, que chegavam a trabalhar 14 horas por dia. Porém, durante muito tempo o Parque Central foi considerado uma região perigosa e decadente. Tudo isso devido ao descaso das autoridades. Muita gente jogava lixo por lá ou buscava lenha para suas lareiras e fogões. A situação foi melhorando a partir de 1934, quando o então prefeito La Guardia iniciou uma série de melhorias. No entanto, o parque continuava como uma região perigosa. A situação – na parte da segurança – piorou nos anos 60 e 70. Nos anos 80, houve uma melhora quando o prefeito Edward Kock passou a administração do parque para o Central Park Conservancy (CPC), que nada mais é do que uma fundação que arrecadava doações para o parque com cidadãos nova-iorquinos, uma boa parte de milionários. A partir daí, diversos grandes shows musicais passaram a acontecer no parque. A situação melhorou mais ainda com a política de "Tolerância Zero" com a violência. O número de delitos acontecidos por lá caiu drasticamente, principalmente coma criação de um sistema de policiamento próprio. A Central Park Conservancy é uma organização privada sem fins lucrativos, sendo criada em 1980 por um grupo de cidadãos preocupados a melhorar o Parque Central. A CPC é unicamente qualificada para evitar futuras decadências e assegurar os cuidados do Parque para as gerações atuais e futuras. Graças à generosidade de muitos indivíduos, empresas, fundações e da Cidade de Nova York, o Central Park Conservancy investiu quase US$ 800 milhões até o momento no Parque, tornando-se um modelo para parques urbanos em todo o mundo . O CPC fornece 75% dos US$ 65 milhões do orçamento anual operacional do parque, e é responsável ​​por todos os aspectos da sua manutenção, bem como a implementação de novas atrações e restaurações necessárias no que há no parque.
Saibam mais sobre a história do local clicando aqui.

Vale a pena
  • Utilizar-se do prado/gramado (The Great Lawn, Sheep Meadow, etc.) para tomar Sol nas estações mais quentes e comer um lanche;
  • Andar e curtir as atrações que foram relacionadas anteriormente no item específico desta resenha;
  • Fazer os tours monitorados que estão disponíveis para os visitantes pela administração do local;
  • Participar dos muitos eventos culturais e esportivos que o Parque Central disponibiliza e
  • Praticar os inúmeros esportes/jogos que o parque fornece os espaços para tal.
__________________________________________________________________________________
Fontes: Websites do Central park Conservancy (http://www.centralparknyc.org), Visite Nova York (http:///www.visitenovayork.com.br) e NYC Department of Parks&Recreation (http://www.nycgovparks.org).
___________________________________________________________________________________________________________

Veja vídeo feito no local, quando da visita (sugerimos "clicar" no ícone compartilhar e usar o link do "YouTube" para uma melhor visualização).


A seguir, veja fotos tiradas no local (Atenção! Ao "clicar" em qualquer foto, abre-se, automaticamente, o modo de exibição "Tela Cheia" de seu computador e por meio de suas teclas "Setas" (➡⬆⬅), podem ser visualizadas todas as fotos tiradas do parque).

Soccer designed by Derek Britton from The Noun Project

0 comentários:

Postar um comentário

Seus comentários são muito importantes para o aprimoramento do site