quarta-feira, 23 de setembro de 2015

Jardim Botânico do Brooklyn em Nova York - EUA

Visitamos o Jardim Botânico do Brooklyn, que fica no bairro do mesmo nome na cidade de Nova Yorknuma quinta-feira Tem cerca de 210.500 m² de área e mais de 40.000 tipos de plantas de todo o mundo, que florescem conforme as estações do ano, sendo visitado por cerca de 900.000 pessoas por ano.
Horário de funcionamento:
3a. a 6a.feira das 8 às 18h e sábado e domingo das 10 às 18h. De novembro a fevereiro, fecha às 16h30. O ingresso é pago.
Recursos:
    Playground Lanchonete  Estacionamento Programação cultural   Acessibilidade  Trilha
Telefone:
  00 XX (1) 7186237200
Localização:
990 Washington Avenue, Brooklyn, Nova York, 11225, EUA
Ver no mapa

Para ir ao parque há várias linhas de ônibus, entre as quais a B48 para Eastern Parkway e a B45 para Washington Avenue. Os seguintes pontos estão a cerca de 10 minutos a pé de uma das entradas do Jardim: o B49 para Parkway Oriental, B43 para Washington Avenue, B41 ou B69 para Brooklyn Public Library, B65 para Classon Avenue, e B16 para Empire Boulevard.

De Metrô use as linhas

 para Eastern Parkway—Brooklyn Museum station.
para Prospect Park station (O trem B não funciona nos finais de semana).
para Franklin Avenue.

De carro vá ao box ao lado e clique em "Ver no mapa", traçando seu roteiro. Há estacionamento pago no número 900 da Washington Avenue. Como se trata de Nova York que tem um trânsito complicado, recomendamos que use o transporte público.

Para saber sobre a previsão do tempo em Nova York, clique aqui.

infraestrutura do Jardim Botânico do Brooklyn é composta por diversos e belos jardins. Desfrute da serenidade do jardim japonês "Hill-and-Pond", percorra o perfumado "Cranford Rose Garden", traga a família para explorar o "Discovery Garden" para crianças, ou visite o fantástico "Steinhardt Conservatory", que contém o museu de bonsais, considerado um dos melhores do mundo, e estufas independentes para vegetação pertencentes aos climas tropical, temperado e árido. Há também um Terrace Café e uma Loja de presentes do Jardim Botânico. 

O Centro de Visitantes do Jardim Botânico é também uma atração no local. O projeto, premiado, foi executado numa colina localizada a nordeste do Jardim, disposto como uma extensão da topografia existente. Essa continuidade se dá pela sinuosidade do edifício, unida às grandes aberturas de vidro e principalmente a cobertura formada pela vegetação, como um recurso sustentável. Assim, o Centro de Visitantes, se caracteriza como um edifício de quase 2000 m², concebido como um limiar entre a cidade e o Jardim Botânico do Brooklyn, fazendo papel de transição entre sua arquitetura – e como ela se relaciona com a rua – e a paisagem estruturada do Jardim. A cobertura do centro em si faz parte do acervo de plantas do Jardim Botânico, que possui 40.000 diferentes espécies de plantas. Ela se modifica conforme a época do ano, mudando durante as estações, delegando à arquitetura um papel de organismo vivo. A outra parte dessa cobertura é feita de cobre dobrado, que também sofre ação temporal, modificando suas características e se tornando verde.

O Jardim Botânico de Brooklyn tem muitos outros jardins especializados e áreas que valem a pena ser visitados, como o museu de bonsais, que conta com uma das coleções mais antigas do país. Ou, então, a “piscina do lírios”, com mais de 100 variedades de flores de lótus e nenúfares perenes; o “Cranford Rose Garden”, com cerca de 1.400 tipos de rosas, o Jardim de Fragrâncias Alice Recknagel Ireys, que incentiva os visitantes a tocar e cheirar as várias plantas, preparado especialmente para os deficientes visuais e um jardim especial para as crianças administrado também por crianças.

O Jardim de Shakespeare é encantador no estilo Inglês "cottage-garden" e apresenta plantas mencionadas nos poemas e peças do bardo, sendo que mais de 80 das plantas mencionadas nas obras de Shakespeare crescem aqui.

A avifauna possui várias espécies de pássaros presentes no local, que nos chamam a atenção com seu cantar. 

Atenção! restrição para a entrada com alimentos e bebidas, exceto água, de animais domésticos, bicicletas, skates, patins e assemelhados. Piqueniques também são proibidos, assim como fumar no local.

Caso queiram alimentar-se há o Terrace Café que serve alimentos e bebidas, a maioria "saudáveis" (sanduíches naturais, sucos, etc.), porém não dispensam o tradicional cachorro quente americano.

Sinopse Histórica
O Jardim Botânico do Brooklyn é também um tesouro histórico de Nova York, além de ser um belo lugar para se passar uma tarde de primavera. Em 1897, 158.000  de um depósito de lixo foi reservado para um jardim botânico, no Brooklyn, mas o jardim não foi oficialmente fundado até 1910. Ao longo dos anos que se seguiram maravilhosos jardins foram plantados incluindo o Jardim Infantil em 1914, o Jardim Japonês, em 1915 e o Jardim das Rochas em 1916. O Jardim de Shakespeare inaugurado em 1925. Nesse mesmo ano, 32 árvores bonsai foram doadas, iniciando a agora a tão famosa coleção do Jardim Botânico do Brooklyn. Hoje, o Jardim Botânico do Brooklyn tem mais de 40.000 diferentes tipos de flora e recebe mais de 900.000 visitantes por ano. A Temporada da floracão das cerejeiras, com suas 200 árvores de 42 variedades diferentes. As primeiras árvores de cerejeira foram plantadas no Jardim Botânico do Brooklyn após 1 ª Guerra Mundial e foram um presente do governo Japonês. Tornou-se um dos lugares mais importantes fora do Japão para presenciar a floração das cerejeiras. As árvores são encontrados na Esplanada das cerejeiras e no Passeio das Cerejeiras, bem como no Jardim japonês e outros locais espalhados pelo Jardim Botânico.

Um dos destaques do parque é o jardim japonês, o primeiro a ser criado num jardim público americano. Construído entre 1914 e 1915 pelas mãos do paisagista japonês Takeo Shiota, este espaço vai-se descobrindo através das suas sendas: colinas, pedras cuidadosamente colocadas, pontes de madeira, lagos cheios de peixes, uma cascata, árvores e arbustos em forma de nuvem cuidadosamente podadas e, até, uma ilha.

Ver mais detalhes da história do local em http://www.bbg.org/about/history

Vale a pena
  • Percorrer os vários jardins atentando para a flora presente constituindo um belo cenário ;
  • Visitar as estufas do "Steinhardt Conservatory", atentando para a diversidade da flora de acordo com o clima (no "tropical" há bananeiras, jaqueiras e outras plantas frutíferas) e o Museu dos Bonsais;
  • Visitar os Jardim Japonês Hill-and-Pond e o de Shakespeare com suas várias espécies de plantas, lago, etc. e 
  • Acomodar-se numa das mesas em torno do Terrace Café, comendo e bebendo algo comprado lá, apreciando o panorama ao redor.
__________________________________________________________________________________
Fontes: Websites do Jardim Botânico do Brooklyn (http://www.bbg.org/ )  e "ArchiDaily" (http://www.archdaily.com.br/)
__________________________________________________________________________________

Veja vídeo feito no local, quando da visita  (sugerimos "clicar" no ícone compartilhar e usar o link do "YouTube" para uma melhor visualização).

A seguir, veja fotos tiradas no local (Atenção! Ao "clicar" em qualquer foto, abre-se, automaticamente, o modo de exibição "Tela Cheia" de seu computador e por meio de suas teclas "Setas" (➡⬆⬅), podem ser visualizadas todas as fotos tiradas do local).

0 comentários:

Postar um comentário

Seus comentários são muito importantes para o aprimoramento do site