sexta-feira, 23 de março de 2012

Parque Burle Marx em São Paulo

Dessa vez, vamos falar do Parque Burle Marx, que se situa na Av. Dona Helena Pereira de Morais, 200, Vila Andrade na Zona Sul da Capital. Segundo seu site oficial na internet, "o parque ocupa área da antiga propriedade do empresário Baby Pignatari e seu destaque são os jardins projetados por Burle Marx, o conjunto de esculturas do painel de altos e baixos relevos e os espelhos d'água".
Horário de funcionamento:
7h às 19h
Recursos:
      Playground  TrilhaProgramação cultural Proibido bicicletas  Proibido animais
Telefones:
(11) 3746-7631 e 3776-7497 
Localização:
Avenida Dona Helena Pereira de Morais, 200, Vila Andrade
Ver no mapa

Avaliação geral do parque (0 a 5) é 3,5.

Há várias linhas de ônibus para chegar ao parque, entre as quais, a 5118-10 – Term. João Dias – Lgo. São Francisco, 5119-10 – Term. Capelinha – Lgo. São Francisco, 5119-21 – Term. Capelinha – Itaim Bibi, 6291-10 – Inocoop Campo Limpo – Term. Bandeira, 647A-10 – Valo Velho – Pinheiros, 
647P-10 – COHAB Adventista – Pinheiros, 7040-10 – Paraisópolis – Pinheiros e a 775F-10 – Jd. das Palmas – Hosp. das Clínicas.

Para ir ao parque de carro, trace seu roteiro após acessar "Ver no mapa" no box acima. O estacionamento para veículos é pago. Para maiores informações consulte os telefones da administração do parque.

O Parque Burle Marx foi inaugurado em 29 de setembro de 1995, através do Decreto nº 35.537/95. No local há um conjunto de edificações projetadas por Oscar Niemeyer, na década de 50. Complementando a obra, Burle Marx implantou seu projeto paisagístico, com espécies vegetais ornamentais, espelhos d´água e painéis de concreto. A casa nunca foi concluída ou habitada e nos anos 90 foi demolida. O Parque Burle Marx é administrado em conjunto com a Fundação Aron Birmann, criada especificamente para esse fim.

Conforme foto abaixo, que reputamos ser curiosa, uma placa adverte os frequentadores quanto as trilhas existentes (A, B e C) e seus graus de dificuldade, sugerindo percorrê-las segundo seu estado atlético. Não há praticamente flores a serem vistas em suas trilhas, que são em alguns trechos estreitas e cercadas de vegetação alta e "fechada", dificultando a passagem da luz natural. A praça principal, o pergolado e o playground para as crianças são áreas bem legais. Entendemos que o parque é uma bela atração também para pessoas que desejam praticar caminhadas e corridas por suas trilhas diversas, que são bem interessantes e algumas, desafiadoras (Trilha C).


O site acrescenta que "O Parque tem 138 mil m2 de área. A flora compõe-se de espécies nativas da Mata Atlântica, dentre as quais podemos destacar o pau-ferro, pau-jacaré, sibipiruna, goiabeira, guarantã, ipê-amarelo, sacambu, ipê-roxo, jaboticabeira, bacupari, suinã e jeriva, e também por espécies exóticas, como a uva japonesa, a santa-bárbara, a tipuana, o jacarandá-mimoso, a palmeira seafortea, a noz-pecã, a casuarina e a castanha portuguesa, entre outras. Merece destaque a figueira mata-pau que se desenvolveu sobre a ruína de uma casa antiga. Foram detectadas 77 espécies de aves, dentre as quais podemos citar o biguá e o irerê (aquáticas), o urubu-de-cabeça-preta, o gavião-carijó, o tuim, o pica-pau-anão, o João - velho, o alegrinho, o enferrujado, e a peitica, entre outros. Uma parte da vegetação é composta por um reflorestamento de eucaliptos.

Em agosto de 2014 foi instalado um novo brinquedo no parque, "O Casulão". Oriundo de um grande tronco de árvore da espécie "Pau Ferro" que caiu no local, "O Casulão" entretém, especialmente, as crianças (v. vídeo que apresenta o processo de produção da peça, neste link)
Foto de Luciana Jardim Nunes e Guedes
"O Casulão" (Foto de Luciana Jardim Nunes e Guedes)
"O Casulão" (Foto de Luciana Jardim Nunes e Guedes)
  três trilhas, com extensões entre 300 e 1.500 metros, no meio da mata, que circunda um lago e passa por uma pequena nascente. Além de conter um espelho d'água, córrego, uma nascente com água não potável, sanitários com rampas de acesso e dimensão adaptada para deficientes físicos, 5 bebedouros, 20 lixeiras, bicicletário para 3 vagas e guarita".

Atenção! São proibidos no parque animais domésticos de qualquer espécie, bem como bicicletas com aros maiores que 16, skates e assemelhados. Piqueniques também não são permitidos.

Aos domingos a média de público que frequenta o parque é de cerca de 1.000 pessoas.

Várias atividades culturais e esportivas são desenvolvidas no parque (v. aqui).

Maiores informações sobre as atividades culturais e esportivas, bem como sobre o parque em geral, ligue para o telefone da administração (11) 3746-7631 ou envie um e-mail para comunica@fab.org.br

Vale a pena
  • Percorrer as trilhas diversas existentes, observando a natureza ao seu redor;
  • Levar as crianças, preferencialmente cedo, para tomar sol na praça principal, que é gramada, e brincar nos playgrounds e
  • Participar de atividades culturais e esportivas do parque.
O vídeo abaixo, mostra um pouco das atrações do Parque Burle Marx


Ver a seguir, fotos tiradas do parque no dia da visita
Entrada do parque pelo estacionamento de veículos
Barracas de venda de produtos orgânicos nos finais de semana
Panorâmica do parque com seus jardins e a entrada principal ao fundo



Trilhas




Lago


Trilha

Playground para as crianças
Área gramada para o lazer (sanitários ao fundo)

Playgound das crianças

Acesso às trilhas



Parte de uma das trilhas


"Escultura" Sala de Descanso do artista espanhol José Spaniol 



Trilha





Edificação inacabada que seria um hotel 6 estrelas que fica nas proximidades do parque
Construção abandonada do hotel
Vista da construção inacabada do hotel



Um dos prédios que circunda o parque







Bambuzal


Laguinho

Tartarugas tomando sol



Bebedouro

Visão do gramado próximo à entrada/saída do estacionamento


Praça principal






Estacionamento

Estacionamento com a visão de uma das entradas do parque

Visão panorâmica da praça principal


Visão do Laguinho
































0 comentários:

Postar um comentário

Seus comentários são muito importantes para o aprimoramento do site