quinta-feira, 21 de junho de 2012

Horto Florestal de São Paulo ou Parque Estadual Albert Löfgren

Numa quarta feira, visitamos o Parque Estadual Albert Löfgrenmais conhecido como Horto Florestal, que é localizado na zona norte da cidade. Recebe cerca de 720.000 visitantes por ano, tendo sido criado em 1896 pelo naturalista e botânico sueco Alfredo Löfgren. Sua atual superfície é de 1.870.000 metros quadrados, sendo 350.000 de área pública.
Horário de funcionamento:
6h às 18h
Recursos:
  Quadra poliesportiva   Campo de futebol   Playground   Trilha     Estacionamento     Programação cultural
Telefone:
(11) 2232-3117    
Localização:
Rua do Horto, 931, Tremembé
Ver no mapa

Avaliação geral do parque (0 a 5) é 3,6.

Como chegar: Há várias linhas de ônibus que passam pelo local, entre as quais as de números 2740/41 Metro Parada Inglesa • Horto Florestal (ponto final),1018/10 Metro Santana • Vila Rosa e 1775/10 Metro Santana • Vila Albertina, entre outras. Caso vá de carro, consulte o link "Ver no mapa" no "box" ao lado e trace seu roteiro. Há estacionamento gratuito para veículos no parque com entrada pela Av. Santa Inês.

Infraestrutura
O parque conta com palco para eventos, área de piquenique, playground, fraldário, quadra poliesportiva, pista de cooper, campos de futebol, equipamentos de ginástica, bicas de água potável, lagos, sanitários (limpos e bem cuidados), bebedouros e o Museu Florestal. Abriga, ainda, o Palácio de Verão do Governo do Estado, Núcleo de Educação Ambiental, Estação Vida, além das sedes da Policia Militar e Polícia Florestal do Estado.

Esquemático do parque com suas atrações
Não há lanchonetes no interior do parque, porém muito próximo na entrada principal pela Rua do Horto há bares, restaurantes e lanchonetes privados.

Flora

Fazem parte da paisagem do parque, espécies exóticas (como eucalipto, pinheiro-do-brejo e criptomeria) e nativas (como pau-brasil, carvalho-nacional, pau-ferro e jatobá). 
Conforme o site do Instituto Florestal, "os pinheiros plantados em 1896 pelo fundador do parque ainda podem ser vistos no chamado “Arboreto Albert Löefgren”, composto por pinheiros-do-brejo. São árvores altas e de folhagem escura, que plantadas em charcos, desenvolvem raízes acima do solo, conforme é possível observar nas ilhas existentes nos lagos". 

Fauna
Há várias espécies animais, como o macaco-prego, gambá, esquilo, capivara, bugios, entre outros. Encontram-se aves como tucanos, socós, maritacas, garças, tico-ticoss, jacus, serelepes, martim pescadores e mergulhões. 

Atualmente fechado para reformas, o Museu Florestal “Octávio Vecchi”, (Museu da Madeira) inaugurado em 1931, é conhecido internacionalmente por possuir o maior acervo de madeiras da América Latina. As suas amostras de madeira têm entalhes que reproduzem as folhas e frutos das espécies das quais foram extraídas. Peças de charão e móveis artisticamente entalhados completam a coleção do museu, cujo assoalho e forro também se constituem em amostra de madeira. Ao lado do museu está o marco do Trópico de Capricórnio, que passa pelo parque. Ainda nas proximidades, encontra-se a imagem de São João Gualberto, protetor das florestas do Estado de São Paulo, entronizada no Horto Florestal, em 1957, pelos monges beneditinos de Valombrosa, Itália".
Imagem de São João Gualberto

Quando estive no parque observei vários vigias e policiais da guarda florestal, conferindo segurança ao local.

Atenção: Por ser uma área de proteção ambiental há algumas orientações que os visitantes devem seguir, não sendo permitido:
  • Qualquer atividade com fogo;
  • Retirar ou danificar a vegetação;
  • Alimentar ou maltratar os animais e as aves;
  • Escrever nas árvores, rochas ou edificações;
  • Andar fora das trilhas ou abrir caminhos alternativos;
  • Adentrar e/ou abandonar animais domésticos;
  • Introduzir qualquer espécie vegetal ou animal;
  • Utilizar-se de instrumentos musicais e aparelhos sonoros;
  • Deixar lixo nas trilhas ou nas áreas de piquenique;
  • Skates, bicicletas e veículos motorizados;
  • Empinar pipas;
  • Ambulantes, camelôs e vendedores em geral;
  • Amarrar redes nas árvores;
  • Portar armas, facões ou outros objetos incompatíveis com Unidades de Conservação:
  • Nadar, lançar galhos, detritos ou objetos nos lagos e córregos;
  • Distribuição de materiais publicitário.
Sumário histórico
A importância história do parque, que teve sua origem no século XIX, quando foi desapropriado o Engenho da Pedra Branca, em 1896, para instalação do Horto Botânico. O naturalista sueco Albert Löefgren foi o seu primeiro diretor, de 1907 a 1909. O Horto Botânico tornou-se a base para a criação do Serviço Florestal, hoje Instituto Florestal, órgão vinculado à Secretaria do Meio Ambiente do Governo de São Paulo.


Informações gerais do parque, inclusive a programação do Núcleo de Educação Ambiental e da Estação Vida, podem ser obtidas pelo telefone da administração 2232-3117 ou 2231-8555 ramais 2056 e 2028. Por e-mail: peal@if.sp.gov.br

Vale a pena
  • Caminhar pelas trilhas, "curtindo" a flora e fauna existentes;
  • Frequentar eventos do Núcleo de Educação Ambiental (trilhas interpretativas, teatro de fantoches, oficinas, etc.);
  • Participar (idosos) da "Estação Vida", que tem atividades voltadas para a terceira idade, como dança, yoga e práticas esportivas e
  • Visitar o Palácio de Verão do Governo do Estado de São Paulo com seu acervo (de quarta à domingo das 10 às 15h).
Vídeo do local (Clique no ícone do YouTube para uma melhor visualização):


A seguir, fotos tiradas no parque no dia da visita:


Avisos logo após a entrada principal do parque

Pistas para caminhadas e/ou corridas

"Despertar da Fera" de Mello W. Pinto em mármore







Pista que contorna os lagos




Panorâmica do lago com exemplares da avifauna

Palácio de Verão do Governo do Estado de São Paulo
Palácio de Verão do Governo do Estado de São Paulo


Pistas que contornam os lagos





Pinheiros-do-brejo


Um dos exemplares da avifauna do parque

Bambuzal





Museu Florestal

Escadaria que dá acesso ao Museu Florestal


Playground ao fundo



Estacionamento

Campo de futebol e o Núcleo de Educação Ambiental ao fundo

Quadra poliesportiva


Campo de futebol e o Núcleo de Educação Ambiental à esquerda

Bica d'água




Panorâmica com uma bica d'água à esquerda

Núcleo de Educação Ambiental/Estação Vida






Núcleo de Educação Ambiental/Estação Vida


Quiosque com informações gerais sobre o parque e um playground à direita

Painel informativo no quiosque



Pinheiros-do-brejo numa pequena ilha ao centro





Uma das trilhas do parque





Entrada principal do parque pela Rua do Horto

Panorâmica da entrada principal do parque pela Rua do Horto

Lago com sanitários á direita



Soccer designed by Derek Britton from The Noun Project

9 comentários:

  1. Gosto muito desse lugar! Inclusive amanhã estarei aí...

    ResponderExcluir
  2. Eu amo o Horto Florestal!!! Lá, me permito ler, caminhar e meditar. Quando estou um pouco pilhada, restauro minha energia nesse lugar. Tem alguns pormenores, mas para mim não o faz menos Mágico.

    ResponderExcluir
  3. Eu amo o Horto Florestal!!! Lá, me permito ler, caminhar e meditar. Quando estou um pouco pilhada, restauro minha energia nesse lugar. Tem alguns pormenores, mas para mim não o faz menos Mágico.

    ResponderExcluir
  4. Vanildo Cruz16/12/2016 10:53

    mi infacia nos año de 1965 Horto Florestal comeso de mi vida gracias Vanildo Cruz y Joao Cruz mi familia y Funcionarios aposentado del Intituto Florestal...muchas gracias

    ResponderExcluir
  5. Vanildo Cruz16/12/2016 11:06

    Muchas Gracias mi padre Joao Cruz Funsionario aposentado del Instituto Florestal...aui fui mi infasia dese 1965

    ResponderExcluir
  6. Vanildo Cruz16/12/2016 11:13

    Siempre mis oportunidades de conoser este parque del Horto floresta

    ResponderExcluir
  7. estive com meus cachorros e fui proibido de entrar, pois o segurancao disse que meus cachorros deveriam estar de focinheira, me mostrou algumas fotos na placa e disse que aquelas racas não podia, mas meus cachorros sao vira latas misturados e com porte menor do que aqueles mostrados, em um outro dia questionei o seguranca pois haviam 2 pastores (legitimos) sem corrente e sem focinheira andando livremente pelo parque com seus donos e o segurança disse que podia pois aqueles animais não estavam na placa de proibidos, esta faltando orientação e coerência nas instruções a seus funcionários, ou pode todos os cães sem focinheira ou todos os de porte médio e grande devem andar de focinheira esta muito subjetivo os criterios

    ResponderExcluir
  8. Amigos, vocês têm as referências que utilizaram para escrever essa postagem? Também estou escrevendo um trabalho sobre o Horto e gostei do modo como descreveram o parque, mas queria saber das referências.
    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O texto e imagens são do site Áreas Verdes das Cidades. Algumas informações foram obtidas junto ao site da Secretaria do Meio Ambiente do Governo do Estado de SP, como no item o que não é permitido no parque.

      Excluir

Seus comentários são muito importantes para o aprimoramento do site