segunda-feira, 7 de março de 2016

Parque Chácara das Flores em São Paulo


O Parque Chácara das Flores, que fica localizado no Jardim Nazaré, subprefeitura de Itaim Paulista em São Paulo, foi visitado num feriado. O parque, que tem quase 42.000 , foi criado para preservar a mata nativa que se encontrava em estado de regeneração e em sua área há também lagos e nascentes. 
Horário de funcionamento:
6 às 18h
Telefones:
(11) 2963-1055
Localização:
Estrada Dom João Neri, 3551 - Jd. Nazaré, Itaim Paulista, São Paulo, SP
Ver no mapa

Para chegar ao parque utilize, entre outras, as linhas de ônibus de números 2004-10 – Jd. Miriam – Guaianases, 2058-10 – Term. São Miguel – Guaianases, 2202-10 – Hospital Itaim – Guaianases,
2202-51 – Hospital Itaim – Guaianases, 312N-10 – Term. Cidade Tiradentes – São Miguel Paulista e 331T-10 – Jd. Helena – CCPD Raul Tabajara.
Para saber outras linhas de ônibus, fornecendo origem e destino, ligue para o telefone 156  da PMSP ou pelo site da Sptrans (clique aqui).
De carro, vá ao box ao lado e clique em "Ver no mapa", traçando seu roteiro. 

Não há estacionamento no parque, mas podem se encontrar vagas nas ruas que o circundam, devendo o motorista atentar para a sinalização de trânsito no local.

Infraestrutura
É composta por galpão coberto para jogos, quadra poliesportiva, playground, deck para contemplação e pátio de descanso, trilhas, pista de Cooper e caminhada, aparelhos de ginástica e sanitários. Além disso tem algumas edificações restauradas de uma antiga fazenda que ficava no local. Uma delas é utilizada como escritório da administração e a antiga olaria abriga exposições e oficinas. Há também pontos de coleta seletiva para lixo e para pilhas, baterias e óleos.

Flora
Sua vegetação é composta predominantemente por remanescente de Mata Atlântica e áreas ajardinadas. Encontram-se espécies como angico-vermelho, aroeira-mansa, bambu-gigante, cajá-manga, cedro, jabuticabeira, jerivá, maricá e tapiá-guaçu. Foram registradas 40 espécies, das quais a grumixama está ameaçada.

Fauna
É constituída de vinte e cinco espécies de fauna foram registradas, sendo sete de borboletas, 16 de aves e duas de mamíferos. Dentre as aves, ocorrem sanhaçus, sabiás, canário-sapé, cambacica, piá-cobra, gavião-peneira, joão-teneném e ferreirinho-relógio. Os mamíferos estão representados por saguis-de-tufo-branco e gambás-de-orelha-preta.

Não há lanchonetes no interior do parque. Caso queira, leve alimentos e bebidas de casa.

Não há restrições para animais domésticos, desde que os cães estejam em guias e focinheiras, estas para os mais bravos. 

Quanto à segurança geral do parque, observamos vigias em ronda no dia da visita, porém há trilhas abertas na mata com muita vegetação que recomendamos ir em grupo.

Há uma programação para fazer trilhas monitoradas, assim como um grupo de ginástica para todas as idades oferecendo alongamento, caminhadas, danças e outras atividades para melhorar a qualidade de vida. Contate o telefone da administração no box acima para maiores informações.

Sinopse histórica do Itaim Paulista
A Subprefeitura do Itaim Paulista é cortada por seis córregos no sentido norte–sul que deságuam no rio Tiête, são eles: Itaquera-Itaqueruna, Água Vermelha, Lajeado, Itaim, Tijuco Preto e Três Pontes.
No início do século passado o trabalho das olarias multiplicou-se acompanhando o desenvolvimento da cidade, que consumia cada vez mais materiais de construção, como pedregulhos e areia, extraídos do rio Tietê.
A Chácara das Flores ainda guarda as reminiscências desse tempo: são quatro hectares de terra que abrigam uma das mais antigas olarias do Itaim. Com mais de 70 anos, a antiga olaria, embora já não fabrique tijolos e telhas, continua atraindo a atenção de muitos visitantes. A Chácara, hoje, é o parque motivo dessa publicação, que abriga uma grande área verde.
Na região podemos encontrar muitos descendentes de outros países e regiões do Brasil, que se mudaram para cá em busca de melhores condições de vida. Depois dos portugueses vieram os italianos, os japoneses e os húngaros. Mais tarde, os migrantes nordestinos, hoje maioria no Itaim.
A região do Itaim começou a receber seus primeiros moradores apenas no final do século18. Com a chegada da Ferrovia Estrada do Norte, antiga Central do Brasil, no século 19, o bairro começou a se desenvolver com as casas surgindo ao longo das margens dos trilhos. Em 1957 o Itaim Paulista ganhou sua primeira paróquia, a de João Batista.
Juntamente com o desenvolvimento econômico, o Itaim conquistou sua emancipação política. Em 1980 a região foi elevada à condição de distrito autônomo, se desmembrando de São Miguel Paulista.

Vale a pena
  • Utilizar os playgrounds para as crianças brincarem;
  • Visitar as antigas edificações da fazenda que existia no local;
  • Participar de atividades esportivas e culturais promovidas pela administração do parque;
  • Praticar esportes de quadra nos locais apropriados reservados para tal e
  • Caminhar pelas pistas/trilhas do parque.
________________________________________________________________________________________________________
OBS.: Informações e programações sujeitas a mudanças e alterações.
Fonte dos textos: Website da Prefeitura de São Paulo (http://www.capital.sp.gov.br/portal/) e informações obtidas junto a administração no local.
________________________________________________________________________________________________________

Veja vídeo feito no local, quando da visita  (sugerimos "clicar" no ícone compartilhar e usar o link do "YouTube" para uma melhor visualização).


A seguir, veja fotos tiradas no parque no dia da visita (Atenção! Ao "clicar" em qualquer foto, abre-se, automaticamente, o modo de exibição "Tela Cheia" de seu computador e por meio de suas teclas "Setas" (➡⬆⬅), podem ser visualizadas todas as fotos tiradas do parque).

0 comentários:

Postar um comentário

Seus comentários são muito importantes para o aprimoramento do site