quarta-feira, 24 de julho de 2013

Parque Linear Tiquatira - Eng⁰ Werner Eugênio Zulauf em São Paulo

Num sábado, visitamos o Parque Linear Eng⁰ Werner Eugênio Zulauf, mais conhecido como Tiquatira, em Cangaíba na Penha, Zona Leste da Capital. Sua área compreende cerca de 320.000 m², tendo sido inaugurado em 2007. Foi o primeiro parque linear implantado na cidade São Paulo, ao longo do Córrego Tiquatira, possuindo uma extensão de mais de 3 Km.

Como se trata de um "parque linear" é importante ressaltar, mais uma vez, seu conceito. Refere-se às áreas que preservem a necessidade de recuperação dos córregos e fundos de vale, permitindo garantir ajardinamento e/ou arborização de faixa mínima ao longo das margens, como preservação aos nossos recursos hídricos. Assim, o parque linear dará tratamento ao leito do córrego e estimulará, através de educação ambiental, o uso adequado do espaço público e especialmente o respeito à natureza. Despejo de lixo e esgoto serão coibidos e a limpeza preconizada.
Considerada pelo Código Florestal Federal como "área de preservação permanente", com diversas funções ambientais, deve respeitar uma extensão específica de acordo com a largura do rio, lago, represa ou nascente.
Horário de funcionamento:
Sempre aberto (não há grades e portões)
Telefone:
(11) 2641-2712
Localização:
Av. Governador Carvalho Pinto, 1.665/1757, Cangaíba
Ver no mapa

Avaliação do parque (0 a 5) é 2,2.

Para acesso ao parque, use uma das linhas de ônibus a seguir: 1177-42 Engenheiro Goulart - Term. Pq.D. Pedro II, 1177-51 Term. A. E. Carvalho - Term. Amaral Gurgel, 1178-10 Sao Miguel - Pça. do Correio, 1178-42 Conj. Hab.Vl.Sílvia - Pça. do Correio, 2041-10 Vila Nova Sílvia - Term. Penha, 2080-10 Cid. Kemel - Term. Aricanduva, 211R-10 Jd. Das Oliveiras - Estação da Luz, 211V-10 Vila Paranaguá - Estação da Luz, 2363-10 Jd. Danfer - Terminal Pq. D. Pedro II ou 2363-22 Jd. Danfer - Pq. D. Pedro II.
Para saber outras linhas de ônibus, fornecendo origem e destino, ligue para o telefone 156  da PMSP ou pelo site da Sptrans (clique aqui). 
Caso vá de carro, consulte o link "Ver no mapa" no box acima e trace seu roteiro.

Infraestrutura
Pista de Cooper e caminhada, quiosques com mesas e bancos, sanitários, pista de skate, pista de bicicross, quadras, campo de futebol, áreas de convivência, anfiteatro aberto e bosques. Na área do parque funciona também um Clube Escola (SEME) e um CDC que cuida de um campo de futebol e uma cancha de bocha. Aos domingos das 10 às 16h há uma feira de artesanato no local.

Ciclofaixa de Lazer
Circuito Zona Leste - Funciona no entorno do parque aos domingos e feriados das 7 às 16h. Inaugurada em 25 de março de 2012, a Ciclofaixa de Lazer da Zona Leste possui 14 km de extensão (7 km em cada sentido), totalmente sinalizados por placas e pintura especial, e foi implantada ao longo da Av. Governador Carvalho Pinto, onde se localiza o parque, passando ainda pelas avenidas Dom Hélder Câmara e Calim Eid.

Fauna
Foram observadas 20 espécies de aves, incluindo garça-branca- grande, caracará, rolinha, periquito-rico, anu-preto, beija-flor-tesoura, joão-de- barro, ferreirinho-relógio, suiriri-cavaleiro, bem-te-vi, corruíra, sabiá-laranjeira, sabiá-do-campo, cambacica, sanhaçu-cinzento, chopim e bico-de-lacre. O suiriri é o único migratório registrado até o momento.

Flora
Sua vegetação é composta por áreas ajardinadas, gramados, bosques heterogêneos e arborização esparsa. Destacam-se alfeneiro, araribá-rosa, aroeira-mansa, aroeira-salsa, bambu-imperial, capixingui, cedro, chorão, embaúba-branca, faveira, jerivá, mirindiba-rosa, nespereira, paineira, resedá, sibipiruna e tipuana. Foram registradas 102 espécies, das quais o pau-brasil está ameaçado.

Não há lanchonetes no interior do parque, mas há vários estabelecimentos comerciais ao longo da Avenida Governador Carvalho Pinto que vendem alimentos e bebidas, inclusive alguns bares e restaurantes.

Quanto à segurança geral do parque, observamos alguns vigias no dia da visita, percorrendo o local.

Origem do parque
O Parque Linear do Tiquatira, também conhecido apenas como Tiquatira, é rotulado como o primeiro parque linear implantado na cidade de São Paulo. O local, às margens do córrego Tiquatira, compreende a área que separa as duas vias da avenida Governador Carvalho Pinto, e sua extensão vai do final do viaduto General Milton Tavares de Souza até a avenida São Miguel.

O parque é amplamente utilizado pela população do bairro da Penha e região e, com a urbanização acelerada decorrida durante os anos, tornou-se destino da juventude que frequenta os shows, bares e restaurantes recém-inaugurados nas proximidades do local.

Aos que procuram lazer ou ambiente propício para prática esportiva, o local dispõe de diversos equipamentos espalhados pelos seus 3 km de comprimento. 

Curiosidade
(Extraída da "Folha de S. Paulo" de 11/05/2013)
Caminhando pela parte mais fechada da vegetação até o local onde as mudas são recém-plantadas, o administrador aposentado Hélio da Silva, sabe dizer a idade de quase todas as árvores do parque linear Tiquatira, na Penha, zona leste. É ele quem vem plantando exemplares na região há dez anos.

Jequitibá, ingá, pitangueira, jacarandá... Hélio aponta suas favoritas e conta história. "Essa aqui é uma imbaúba. Essa outra, calabura, atrai 52 espécies de passarinho."
Mesmo tendo voltado a trabalhar após a aposentadoria, Hélio começou a plantar em 2003, às margens do rio, que fica a alguns quarteirões de sua casa. "Isso tudo era um descampado, cheio de sujeira."

A ideia era colocar 5.000 unidades; hoje, na contagem do próprio Hélio, são 16.591 árvores de 170 espécies diferentes, a maioria nativa da mata atlântica.
"Algumas pessoas acham que sou funcionário da prefeitura", afirma ele, que teve de conseguir autorização da Secretaria do Verde e do Meio Ambiente antes de plantar e não ganha nada pelo trabalho. Por um tempo, diz que gastou R$ 2.000 por mês com mudas e adubo.

Além de plantar, é preciso cuidar da herança que ele diz deixar para os três filhos, os netos e a cidade. Assim, agora no outono, que não é época de plantio, ele poda as mudas. "São Paulo me deu tudo. Estou só retribuindo."

Ele conta que, quando começou, achavam que era louco. Sua mulher, Leda Vitoriano, era uma dessas pessoas. "Eu dizia: 'Você faz tudo e quem vai levar a fama são os vereadores'", conta ela, que acha que o casal comprou brigas desnecessárias.
A principal foi com comerciantes da região, já que a vegetação começou a tapar a visão das lojas da avenida Carvalho Pinto. As primeiras 500 mudas foram destruídas. "De cada dez que eu plantava, arrancavam oito."

Após quatro anos e 5.000 árvores, a prefeitura transformou, em 2007, o Tiquatira no primeiro parque linear (ao longo de rios) da cidade e lá instalou banheiros e equipamentos de lazer.

Há 12 anos no ponto, o vendedor de coco Antônio Ferreira, 52, testemunhou o processo. "As pessoas começaram a caminhar mais aqui, o movimento dobrou.

Mas Hélio também ouve piadinhas. "Me perguntam para quem estou plantando. Digo: 'Pro seu neto, porque logo, logo você já era!'."

Informações em geral sobre o parque poderão ser obtidas pelo telefone (11) 2641-2712.

Vale a pena
  • Caminhar pelas pistas e trilhas existente, observando as  áreas verdes com árvores nativas e o cantar de pássaros presentes e
  • Praticar seu esporte preferido nas áreas/quadras/campos disponíveis no local.

Veja vídeo feito no local, quando da visita (sugerimos "clicar" no ícone do "YouTube" para uma melhor visualização).




A seguir, fotos tiradas no local ("clique" em qualquer uma das fotos e será aberto, automaticamente, o modo de exibição "Tela Cheia" de seu computador. Por meio de suas teclas "Setas" (➡⬆⬅), você pode visualizar nesse modo de exibição, todas as fotos em boa resolução).


Soccer designed by Derek Britton from The Noun Project

6 comentários:

  1. Oi Guedes
    Muito interessante este modelo de parque linear ao longo de avenidas. Pena que as pichações estejam sempre presentes para desfigurar a beleza.
    Não sei quem foi o eng. Werner e deve ser merecedor da homenagem, mas para mim o parque deveria chamar Hélio da Silva. Belo exemplo.
    abs
    Nelson

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Werner Zulauf, engenheiro civil e sanitarista, foi Secretário Municipal do Verde e do Meio Ambiente da PMSP, presidente nacional da Anamma (Associação Nacional de Municípios e Meio Ambiente) e Presidente da CETESB. Publicou livros e estudos sobre o meio ambiente e como conservá-lo, entre os quais "O Meio Ambiente e o Futuro" (http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-40142000000200009&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt). Por outro lado o belíssimo trabalho do Hélio também é merecedor de uma homenagem importante. Abs

      Excluir
  2. Parabéns, Sr. Hélio da Silva!

    ResponderExcluir
  3. Quem disse que uma andorinha não faz um verão? Muita gratidão pelo maravilhoso exemplo e pelo belíssimo parque, Sr. Helio da Silva!

    ResponderExcluir
  4. Boa noite, gostaria de saber quem foi o arquiteto que fez o projeto?
    você poderia me da essa informação?
    por favor, estou terminando meu curso e vou utilizar esse parque linear como meu estudo de caso ^^
    agradeço.

    ResponderExcluir
  5. Nasci e cresci na região da Penha, hoje vejo a região com muito potencial, espero que no futuro possamos tornar a região como centro cultural e gastrônomico atraindo ainda mais moradores de outras regiões para aproveitar e fortalecer o comercio da região.
    Acredito que podemos valorizar e gerar novos empregos para os moradores!

    ResponderExcluir

Seus comentários são muito importantes para o aprimoramento do site