sexta-feira, 29 de setembro de 2017

Praça das Corujas - Praça Dolores Ibarruri em São Paulo

Praça das Corujas
Praça das Corujas, como é conhecida popularmente a Praça Dolores Ibarruri (ver no mapa),  foi visitada num sábado e fica localizada no bairro da Vila Madalena, Zona Oeste da cidade de São Paulo. 
Praça das Corujas - Praça Dolores Ibarruri

Horário de funcionamento:
Ininterrupto
Localização
Avenida das Corujas, 39, Vila Madalena, São Paulo (SP)
Ver no mapa

Como ir à Praça das Corujas

  1. Carro - clique em "Ver no mapa", traçando seu roteiro. Há estacionamento nas ruas que circundam ou próximas à praça, mas verifique sempre a sinalização de trânsito no local.
  2. Ônibus - linhas 6232-10 - Pinheiros - Vila Ida, 9050-10 - Itaim Bibientre outras. Para saber outras linhas de ônibus, fornecendo origem e destino, ligue para o telefone 156  da PMSP ou pelo site da Sptrans (clique aqui). 

Infraestrutura da Praça das Corujas 

A praça, que tem uma boa área verde, conjuga lazer com atividades voltadas ao meio ambiente e oferece opções de diversão para toda a família. Os visitantes podem caminhar entre as árvores frutíferas, como amoreiras e abacateiros, por exemplo, enquanto outros praticam esportes ou cuidam da horta comunitária.

A praça é um ótimo lugar para quem gostar de correr e praticar exercícios físicos ao ar livre. Além da pista circular de corrida e caminhada, os visitantes podem usar os aparelhos de ginástica disponíveis.


Você pode levar seu cachorro - aliás, na parte superior da praça há um espaço pet ou cachorródromo - não é preciso colocar seu cãozinho na coleira. Eles podem andar livremente, basta serem comportados. Só pedem atenção com os cachorros maiores. “Antes de subirem, eles precisam estar presos a coleiras para não causar medo ou assustar outros animais ou crianças”. Depois, eles são soltos e é pura diversão.

O grafite é liberado nos muros da praça, que se transforma, assim, também em uma galeria de arte urbana a céu aberto. As cores vibrantes, as formas diversas e a ousadia desse tipo de pintura se fundem com o verde do local, criando um contraste inusitado em meio à cidade.

Em toda a área coberta com concreto é possível andar de bike e skate em segurança – nada de buracos ou rachaduras. Nos dias mais movimentos, muitos optam por andar ao redor da praça para evitar acidentes com os que estão correndo.

Frutas e legumes plantados direto na terra de uma praça: esse é um dos tesouros da Horta das Corujas. Criada e mantida por voluntários – que aprendem e ensinam o cultivo de diversas sementes. É um espaço de convívio social e de educação ambiental para passar os domingos. 
A Horta das Corujas foi a primeira que resultou desse projeto, na praça Dolores Ibarruri, região da Vila Madalena. Num espaço de 800m² há diversos cultivos e acesso a água limpa, mesmo nos tempos mais secos, desde que recuperaram uma das nascentes que abastecem o Córrego das Corujas. A horta é aberta a todos, com uma cerca baixa apenas para evitar a entrada de cachorros, e recebeu apoio do Cades (Conselho Regional de Meio Ambiente Desenvolvimento Sustentável e Cultura de Paz) da subprefeitura de Pinheiros.

Como em toda praça, o playground tem presença garantida. Os brinquedos são todos feitos em madeira, com ar bem lúdico, para as crianças brincarem à vontade e fazerem novas amizades.

Flora
É constituída por árvores remanescentes de Mata Atlântica, além de áreas gramadas.

Fauna
Vários pássaros ficam nas árvores da praça, especialmente os originários das espécies da Mata Atlântica, sendo fácil ouví-los cantar, especialmente quando não há muita gente ao redor.

Atenção! Não há sanitários disponíveis na Praça das Corujas. Caso queiram alimentar-se ou beber algo, traga de sua residência, pois nã há esse tipo de comércio nas proximidades.

História da Praça das Corujas

Em 2010 foram entregues as obras do sistema de drenagem de águas pluviais da Praça Dolores Ibarruri, conhecida como Praça das Corujas, na Vila Madalena. Por estar situada em uma baixada, a área de lazer não era capaz de absorver o volume de água e inundava em dias de chuvas fortes. Com as obras de infraestrutura realizadas pela Prefeitura, esse quadro mudou. Agora, o lugar conjuga lazer com cuidados voltados ao meio ambiente.

Pelo novo sistema de drenagem, a água da chuva será escoada por biovaletas de piso drenante e será filtrada e limpa, por meio de raízes de plantas e pedras. Com isso, a água limpa será conduzida com menos intensidade ao Córrego das Corujas, que passa pela praça, para chegar ao Rio Pinheiros. As obras de melhorias na praça atendem a pedidos dos moradores.

Os moradores de Pinheiros tem a disposição mais um equipamento voltado às atividades de lazer, esportivas e culturais. Somando o sistema de drenagem implantado na Praça das Corujas à realização do Programa Córrego Limpo no local, percebe-se um avanço para que as cerca de 5 mil famílias que vivem na região tenham mais qualidade de vida.

"Essa é uma opção para tratarmos da permeabilidade do solo na Cidade de São Paulo no sentido de evitarmos as enchentes, além de ser uma alternativa ecológica aos piscinões de concreto", explica a arquiteta e paisagista Elza Niero, autora do projeto em parceria com o professor da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo (FAU-USP) Paulo Pellegrino.

A ideia de praça ecológica foi adaptada de um projeto semelhante executado na cidade de Seattle, nos Estados Unidos. O projeto paisagístico da Praça das Corujas foi premiado com a Menção Honrosa pelo Instituto dos Arquitetos do Brasil (IAB) em 2008. "As biovaletas poderiam ser construídas até mesmo nos canteiros de rua para impedir os constantes alagamentos da cidade", explica Elza. Paralelamente ao novo sistema de drenagem, a Prefeitura construiu o passeio de caminhada com piso intertravado drenante, caminhos com pedrisco, decks de madeira certificada, implantação de paisagismo com plantio de grama esmeralda e construiu um parquinho com brinquedos e piso de areia.


Vale a pena na Praça das Corujas

  • Levar as crianças para brincar no playground existente;
  • Fazer piqueniques em áreas apropriadas da praça;
  • Levar seus cães para passear/brincar nos locais adequados e
  • Caminhar pelas pistas da praça apreciando seu entorno e 
  • Visitar/participar da horta das corujas.

 ____________________________________________________________________________________________________
OBS.: Informações e programações sujeitas a mudanças e alterações.
Fontes: Websites "Prefeitura de São Paulo" (http://www.prefeitura.sp.gov.br/) e "Revista Veja" (https://vejasp.abril.com.br) e o Blog "Horta das Corujas" (https://hortadascorujas.wordpress.com/)
________________________________________________________________________________________________________

Veja vídeo da Praça das Corujas feito na visita (sugerimos "clicar" no ícone do "YouTube" para uma melhor visualização).


Fotos da Praça das Corujas

Tiradas nos dias das visitas (Atenção! Ao "clicar" em qualquer foto, abre-se, automaticamente, o modo de exibição "Tela Cheia" de seu computador e por meio de suas teclas "Setas" (➡⬆⬅), podem ser visualizadas todas as fotos tiradas do local).


0 comentários:

Postar um comentário

Seus comentários são muito importantes para o aprimoramento do site