terça-feira, 5 de setembro de 2017

5 de setembro: Dia da Amazônia; Confira suas características e fotos do maior bioma brasileiro

Amazônia
Nesta terça-feira, dia 5 de setembro, comemora-se o Dia da Amazônia em homenagem a maior floresta tropical do mundo, com a maior biodiversidade do planeta: são cerca de 5,3 milhões de quilômetros quadrados com cerca de 30 mil espécies de plantas (das 100 mil da América do Sul) e cerca de 2 milhões de espécies de animais.

O Dia da Amazônia foi escolhido por ser a data em que D. Pedro II criou a província do Amazonas, no ano de 1850, e é um importante incentivo para a reflexão e conscientização sobre a importância da Amazônia; estimular o debate sobre os problemas atuais da região; e educar e informar, principalmente jovens e adolescentes, sobre a importância da preservação da Floresta Amazônica.

O bioma Amazônia é essencial para o ciclo de sequestro de carbono do planeta: responde por cerca de 14% do carbono assimilado por fotossíntese e abriga 17% de todo o carbono estocado em vegetação em todo o planeta.

É importante celebrar esta imensa diversidade e conhecer melhor suas características, para que se possa também discutir os impactos provocados pela exploração de seus recursos naturais como o desmatamento ilegal, a biopirataria (contrabando de animais e de plantas); pesca e caça ilegais e conflitos por disputas de terras. 




As reservas indígenas e os baixos índices sócio-econômicos da região, de baixa densidade demográfica e crescente urbanização, também são outro ponto importante para a reflexão. 

Amazônia – Características do bioma

A maioria do bioma está no Brasil, com 60% da floresta, seguido pelo Peru com 13% e com pequenas quantidades na Venezuela, Colômbia, Equador, Bolívia, Suriname, Guiana e Guiana Francesa.

A bacia amazônica é a maior bacia hidrográfica do mundo: cobre cerca de 6 milhões de km² e e tem 1.100 afluentes. Seu principal rio, o Amazonas, corta a região para desaguar no Oceano Atlântico, lançando ao mar cerca de 175 milhões de litros d’água a cada segundo.


Fauna
A fauna amazônica reúne mais de 2 milhões de espécies animais, muitas das quais encontradas apenas na região, como o peixe-boi (de mais de 2 metros de comprimento), da ave guará de penas vermelhas e o poraquê, “peixe elétrico” que liberar carga de alta voltagem

Sua bacia hidrográfica possui a maior diversidade de peixes do mundo: entre 2.500 e 3 mil espécies – entre eles tucunaré, surubim, cachorra, matrinxã, piranha e tambaqui. Além disso, na Amazônia vivem 1.300 espécies de pássaros e 300 de mamíferos.

Flora

A flora amazônica tem diversas espécies comestíveis, oleaginosas, medicinais e corantes. Das 100 mil espécies vegetais presentes na América Latina, cerca de 30 mil estão na Amazônia.

Os diferentes graus de umidade durante o período de cheia dos rios, de qualidade do solo, nos ventos e nas chuvas propiciaram formações vegetais bem distintas. A vegetação pode ser dividida em três tipos:

- Florestas de terra firme
Ocupam terras não inundáveis. Possuem de 140 a 280 espécies por hectare, entre elas as grandes árvores de madeira de lei da Amazônia. Em alguns locais as copas das árvores são tão grandes que impedem a passagem de até 95% da luz do sol. Os principais representantes desse tipo de vegetação são o cedro, mogno, Angelim-pedra, as castanheiras-do-pará, seringueira, o guaraná e o timbó, árvore utilizada pelos índios para envenenar os peixes.

- Floresta de igapó
Ocupam os terrenos mais baixos, próximos aos rios, e estão permanentemente alagadas. Durante o período de cheia, as águas chegam a alcançar as copas das árvores, formando os "igapós". Quando esse fenômeno se dá nos pequenos rios e afluentes, são denominados "igarapés". A maioria das árvores tem entre 2m e 3m, mas algumas chegam a atingir até 20m de altura. A espécie mais famosa desse tipo de floresta é a vitória-régia.

- Floresta de várzea
Localizam-se entre a terra firme e os igapós. Apresentam cerca de 100 espécies vegetais por hectare. São três as categorias: várzea baixa e intermediária (com predomínio de palmeiras e algumas espécies cujas raízes auxiliam na fixação de oxigênio) e várzea alta (com solo menos atingido pelas águas das marés e maior biomassa graças a espécies arbóreas, como a andiroba). É formada por árvores de grande porte como a seringueira, as palmeiras e o jatobá.

Veja algumas fotos da Amazônia:


Seringueiras



Piranha
Peixe-boi
Peixe-elétrico


Fotos: Pixabay.com
Com informações do Ministério do Meio Ambiente, Instituto Amazônia e Biomania

0 comentários:

Postar um comentário

Seus comentários são muito importantes para o aprimoramento do site