segunda-feira, 27 de abril de 2015

Jardim Botânico Francisca Maria Garfunkel Rischbieter em Curitiba

Visitamos numa quinta-feira o Jardim Botânico Francisca Maria Garfunkel Rischbieter, que fica localizado no bairro Jardim Botânico na cidade de Curitiba, Estado do Paraná. Administrado pela Secretaria Municipal do Meio Ambiente - SMMA da Prefeitura de Curitiba o local tem 178.000 m² de área no total, tendo sido inaugurado em 05/10/1991. 
Horário de funcionamento:
6h às 20h 
Telefones:
(41) 3264-6994 (Administração) / 3362-1800 (Museu)
Localização:
Av. Professor Lothario Meissner x Rua Engenheiro Ostoja Roguski, Jardim Botânico, Curitiba

Ver no mapa

Para chegar ao Jardim Botânico, utilize as linhas de ônibus "Expresso Centenário/ Campo Comprido", "Pinhais/Rui Barbosa", "Cabral/Portão" e a "Linha Turismo".
De carro, vá ao box ao lado e clique em "Ver no mapa", traçando seu roteiro. 

estacionamento para veículos no parque com acesso pela Rua Engenheiro Ostoja Roguski. Como tem um número limitado de vagas, utilize também os logradouros próximos, principalmente nos finais de semana, observando a sinalização de trânsito no local. 

Antes de visitar o local, consulte a previsão do tempo para Curitiba (clique aqui).

Infraestrutura
Há estufas, um Espaço Cultural, Museu Botânico Municipal, lanchonete/bistrô, jardim em estilo francês, Jardim das Sensações, lagos, fontes, pista de caminhada, sanitários públicos, loja, equipamentos de ginástica e estacionamento.
Detalhes da infraestrutura existente: 
O Jardim Botânico de Curitiba conta com duas estufasA principal é de estrutura metálica e vidro, é de acesso ao publico, é um dos mais belos pontos turísticos de Curitiba. Sua arquitetura com três abóbodas do estilo art-noveau, foi inspirada em um Palácio de Cristal de Londres, do século 19. A estufa é climatizada e mantém espécies da Floresta Atlântica como Caraguatá, Caetê e Palmito. Da bela estufa, ainda, é possível ter uma vista privilegiada do jardim em estilo francês com seus canteiros geométricos. Também fazem parte da paisagem chafarizes e a escultura intitulada "Amor Materno" do artista João Zaco. A outra estufa é restrita à pesquisa botânica.
Há também o "Jardim das Sensações", que é um espaço delimitado por cerca viva, onde os sentimentos do visitante são tentados, por meio do contato direto com plantas de diferentes formas, texturas e aromas. Através da cerca e do túnel vegetal é possível ver as cores da natureza, sentir com as mãos a textura, a forma e o tamanho das plantas, ouvir o som da cascata e do vento, sentir o perfume das flores e da vegetação. O percurso pode ser feito com os olhos vendados ou não. Inaugurado em dezembro de 2008, o "Jardim das Sensações" oferece um sequência de sensações, experiências e impressões inesquecíveis ao visitante. Fecha às segundas-feiras para manutenção.
O "Museu Botânico Municipal" foi incorporado ao Jardim Botânico em 1992 e passou a oferecer novos serviços como educação ambiental, exposições e, ainda, conta com biblioteca específica para consulta local. Hoje, o museu possui cerca de 330 mil exsicatas – plantas secas preparadas para coleção botânica – além de coleção de amostras de madeiras e frutos. Com esse rico material de pesquisa botânica o Museu Municipal de Curitiba é considerado um dos maiores herbários do Brasil e o maior do Estado do Paraná.
O Jardim Botânico tem um espaço apropriado para exercícios físicos, alongamento, com placas de orientação para ginástica e pista iluminada para caminhada ao redor do bosque.

A flora do local conta com espécies como araucária, imbuia, cedro, aroeira, pimenteira, pitangueira, bromélias e orquídeas.

Quanto a fauna, conforme levantamento da Prefeitura, há gambá, tatu, caxinguelê, preá, cutia, pequenos mamíferos, sapo, perereca, rã, bem-te-vi, João-de-barro, ananaí, sabiá-laranjeira, sabiá-cavaleiro, sanhaço, pomba asa-branca, chupim e gralha-picaça.

Há uma lanchonete/bistrô no interior do Jardim Botânico, onde podem ser adquiridos alimentos e bebidas

Atenção! Há restrições para animais domésticos, bicicletas, bebidas alcólicas, skates, patins e assemelhados, jogar bola, empinar pipas e jogar lixo no chão.

Quanto à segurança geral do parque, observamos alguns vigias no dia da visita, transmitindo tranquilidade para os usuários.

Ao lado do Jardim Botânico há o Centro de Esporte e Lazer Velódromo, com entrada pela Rua Dr. Jorge Meyer Filho, 1.210, que possui cancha de futebol de areia, quadras de tênis de campo e pista de ciclismo (velódromo).  As atividades disponibilizadas pela Secretaria Municipal de Esporte, Lazer e Juventude (SMELJ), que gere o local, são ginástica para 3ª idade e ciclismo. Informações podem ser obtidas de segunda a sexta-feira, das 8h às 12h e das 14h às 18h. O telefone para contato é o (41) 3218-2408.

Sinopse Histórica
Conforme o site oficial da Prefeitura de Curitiba, o Jardim Botânico de Curitiba, inaugurado em 5 de outubro de 1991, é uma área protegida, constituída por coleções de plantas vivas, cientificamente reconhecidas, organizadas e identificadas, com a finalidade de estudo, pesquisa e documentação do patrimônio florístico do País, em especial da flora paranaense.
O uso de suas dependências é regulamentado pelo Decreto Municipal 1.583/2011. Contribui na preservação e conservação da natureza, para a educação ambiental, na formação de espaços representativos da flora brasileira e ainda oferece uma alternativa de lazer para a população.
O nome oficial é uma homenagem à urbanista Francisca Maria Garfunkel Rischbieter (1929-1989), uma das pioneiras no trabalho de planejamento urbano de Curitiba.
Dos seus 178 mil metros quadrados, mais de 40% de sua área total corresponde a um Bosque de Preservação Permanente, conforme a Lei Municipal nº 62 de 1986, com nascentes formadoras dos lagos.
Em 2008 foi criado em seu interior o Jardim das Sensações, que já descrevemos pormenores acima.

Vale a pena
  • Visitar a estufa principal, observando a vegetação existente no local;
  • Percorrer os jardins em estilo francês, logo após a entrada do Jardim Botânico;
  • Visitar o Museu Botânico com seu belo acervo ;
  • Caminhar no interior do Jardim das Sensações, atentando para a beleza da vegetação e sentindo seus aromas e
  • Andar e/ou correr pelas boas trilhas/pistas do Jardim Botânico.
_________________________________________________________________________________________________________________
OBS.: Informações e programações sujeitas a mudanças e alterações. Para mais informações, ligue para o telefone da administração no box acima.
Fontes: Websites da "Prefeitura de Curitiba" (http://www.curitiba.pr.gov.br/) e "Jardim Botânico" (http://jardimbotanicocuritiba.com.br/).
_________________________________________________________________________________________________________________

Veja vídeo feito no local, quando da visita (sugerimos "clicar" no ícone do "YouTube" para uma melhor visualização).

A seguir, veja fotos tiradas no parque no dia da visita (Atenção! Ao "clicar" em qualquer foto, abre-se, automaticamente, o modo de exibição "Tela Cheia" de seu computador e por meio de suas teclas "Setas" (➡⬆⬅), podem ser visualizadas todas as fotos tiradas do local).

2 comentários:

  1. Parabéns Guedes.
    Mostrou muito bem a beleza do Jardim Botânico de Curitiba e como te afiancei, a cidade tem muitos outros belos parques que merecem ser exibidos e visitados.
    Abs
    Nelson

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aguarde, Nelson. Estão em preparação para novas publicações mais três parques de Curitiba...Abs

      Excluir

Seus comentários são muito importantes para o aprimoramento do site